Seminário em Miranda define diretrizes para o desenvolvimento do Turismo de Pesca no Estado

Tendências e Desafios do Turismo de Pesca na Bacia do Alto Paraguai (BAP) no Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS0 – A Associação Corumbaense das Empresas Regionais de Turismo (Acert), com o apoio da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul e Sebrae/MS, realiza amanhã (21) na cidade de Miranda, o I Seminário do Turismo de Pesca Sustentável e Oportunidades.

O evento vai definir diretrizes para a exploração sustentável do recurso pesqueiro de Mato Grosso do Sul, tendo como finalidade o desenvolvimento do segmento turismo de pesca no Estado.

Segundo Joyce Carla Santana Marques, presidente da Acert, os empresários dos municípios de Miranda, Aquidauana, Coxim, Porto Murtinho, Corumbá e Ladário estão se organizando para consolidar o turismo de pesca nas suas regiões, “estamos buscando parcerias que possam impulsionar o setor. O turismo de pesca gera renda, empregos, movimenta a economia desses locais e não agride o meio ambiente, trabalhamos de acordo com a legislação estadual que é uma das mais restritivas do setor”, explicou a presidente da Acert.

Na programação está previsto palestras, debates, mesa redonda com empresários dos municípios relacionados e análise dos assuntos apresentados pela diretora presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brun.

O Seminário vai acontecer na Estação Ferroviária de Miranda e terá início às 8h com pausa para almoço e retomada dos trabalhos na parte da tarde às 14h.

Palestras

8:30 – “Tendências e Desafios do Turismo de Pesca na Bacia do Alto Paraguai (BAP) no Mato Grosso do Sul”, com Ana Cristina Trevelin, mestre em Geografia, consultora e instrutora do Sebrae/MS nas áreas de Recursos Humanos e Empreendedorismo, Planejamento Empresarial e Desenvolvimento Setorial

9:15 – “Pesca Sustentável”, com Francisca Fernandes de Albuquerque, bióloga, mestre em Desenvolvimento Sustentável

SEPROTUR
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.