Semana do Peixe em Dourados começa na próxima terça-feira


Dourados recebe de 25 a 30 de setembro a Semana do Peixe, evento realizado pelo governo federal em parceria com a Abras (Associação Brasileira dos Supermercados). Segundo a organização, mais de cem aqüicultores vão participar do evento, que busca propiciar aos consumidores uma maior apreciação e maior inclusão do pescado no cardápio dos brasileiros.

Os primeiros dois dias da Semana serão de visitas técnicas de escolas a pisciculturas. Nos dias 26 e 27 serão feitas apresentações teatrais nos colégios. No dia 28, na Aldeia Indígena Jaguapiru, acontece o curso de processamento de peixe e repovoamento dos tanques, e também começam as promoções nos supermercados e restaurantes.


No sábado, dia 29, começa a Feira do Peixe Vivo, na feira livre da Rua Cuiabá, com exposição e venda de peixe vivo, utilizando o Kit-feira de comercialização de pescados cedido pela Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República para a Cooperativa MSpeixe.

Consumir mais

O consumo de peixe no Brasil ainda está abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde. São apenas 6,8 quilos por habitante ao ano, quando o ideal, segundo a Seap, seria 12 quilos/hab/ano . A média mundial gira em torno de 16 quilos/hab/ano. Uma realidade que contrasta com o grande potencial do País para a produção do pescado: cinco milhões de hectares de lâmina de água em reservatórios, 8,5 mil quilômetros de costa, 500 mil pescadores artesanais.

Para o ministro da pesca, Altemir Gregolin, investimentos para a melhoria da infra-estrutura de produção e comercialização, que já estão em curso, terão impacto direto na regularidade, oferta, preço e qualidade do pescado. “O cultivo de pescados é o caminho para o aumento da produção, aproveitando o potencial dos nossos lagos, rios e mar. O governo está trabalhando na cessão das águas públicas para a aqüicultura, que pode nos garantir produção em escala”, explicou.

Outras iniciativas são a inclusão do peixe no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e na alimentação escolar. “O Brasil serve 37 milhões de refeições por dia nas escolas e é muito importante que esse público tenha acesso ao pescado”, destacou o ministro, que espera sensibilizar também prefeitos e governadores a aderirem à proposta de incluir o pescado na alimentação dos estudantes.

Cartilha Durante a Semana do Peixe, um milhão de cartilhas que ajudam o consumidor a reconhecer e consumir um pescado de qualidade serão distribuídas em 26 estados e no Distrito Federal. O material é baseado nas normas técnicas da legislação federal sobre o tema, mas com linguagem simples e acessível a toda a população. A cartilha, que será entregue também nos supermercados, traz ainda sugestões de receitas e dicas para consumo de camarões, caranguejos, ostras e mexilhões.

História

A Semana do Peixe surgiu no ano de 2003 de um acordo entre a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) e a Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (Seap). A princípio, o acordo tinha como objetivo incentivar o consumo do peixe.

A campanha conseguiu envolver parte da comunidade, devido ao pequeno tempo entre o acordo e a realização do evento. No ano de 2004, a campanha já tinha o conceito definido e conseguiu mais destaque, porém o tema principal foi a questão dos descontos. No terceiro ano da semana do peixe houve uma participação ainda maior do setor com a inclusão de empresas do interior do país.

No ano de 2006, por conta da Lei Eleitoral, que proíbe a realização de campanhas por parte do governo, o evento não foi realizado. Agora em 2007, o evento retorna com grande incentivo por parte do setor supermercadista, do governo e dos fornecedores.

Apoio

O Sebrae, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural – Agraer, prefeitura de Dourados, Mspeixe – Cooperativa de Aqüicultores de MS, e a Seap apóiam a Semana.

Segundo Assis Luiz de Souza, consultor do Sebrae em Dourados, a aqüicultura é um dos segmentos apoiados pela instituição e a Semana auxilia no desenvolvimento da produção na região.

Serviço A Semana do Peixe em Dourados acontece do dia 25 a 30 de setembro. A Feira do Peixe começa no dia 29 e será na rua Cuiabá, no centro.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.