Seis barcos são apreendidos em zona de exclusão de pesca no Pará

Uma frota com seis barcos industriais foi surpreendida nesta terça-feira (11/01) quando capturava piramutabas (Brachyplatystoma vaillantii) na zona de exclusão de pesca na costa do Marajó, nas imediações da Ilha do Machado, a 160 kms de Belém, no Pará.

Depois de interceptadas pela Marinha e Ministério da Pesca, as embarcações acabaram apreendidas pelo Ibama. Nos porões dos barcos, o órgão ambiental federal encontrou cerca de 40 toneladas de piramutabas jovens pescadas ilegalmente na área protegida. A partir desta quinta-feira (13/01), o Ibama fará a doação do pescado a entidades sociais sem fins lucrativos na região metropolitana da capital.

Além de perder o produto e o barco, cada proprietário será multado em R$ 50 mil, mais R$ 20 por quilo de peixe que transportava. A zona de exclusão de pesca na costa do Marajó é protegida porque é uma área fundamental para reprodução e alimentação de diversas espécies marinhas.

“No caso da piramutaba, a zona de exclusão é fundamental para sua conservação, pois é lá que a espécie se alimenta enquanto é jovem. Quem pesca nesta região proibida põe em risco a manutenção dos estoques pesqueiros”, explica Paulo Maués, chefe da Divisão de Fiscalização do Ibama no Pará.
Ascom/Ibama/PA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.