Seguridade aprova isenção da taxa de licença de pesca para idosos

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou na quarta-feira (4) a isenção para pessoas com 60 anos ou mais do pagamento de taxa anual de licença para a pesca amadora. A medida está prevista no Projeto de Lei 3318/08, do deputado Antônio Bulhões (PMDB-SP), que altera o Decreto-Lei 221/67. Essa norma isenta da taxa os aposentados, os homens maiores de 65 anos e as mulheres com mais de 60 anos.

Segundo o Instituto Brasileiro dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que arrecada a taxa, os valores cobrados hoje são de R$ 20 para pesca desembarcada e R$ 60 para pesca embarcada e subaquática.

De acordo com o texto atual do decreto, também é condição para a isenção da taxa que os aposentados ou idosos utilizem, para o exercício da pesca amadora, linha de mão, caniço simples, caniço com molinete e anzóis simples ou múltiplos. A proposta mantém essas exigências e acrescenta outra: que essas pessoas não sejam filiadas a clubes ou associações de pesca amadora.

Estatuto do Idoso

O relator, deputado Roberto Alves (PTB-SP), afirmou que a proposta adapta a legislação específica ao Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03), que diz que são idosos homens e mulheres com 60 anos ou mais.

A proposta representará um avanço nas conquistas sociais dos idosos, ao atender às suas necessidades especiais e singulares e promover sua integração social e o acesso ao lazer desse segmento da população“, afirmou.

Tramitação

A proposta, conclusiva, já foi aprovada pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação, que também analisará o mérito; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:
PL-3318/2008

Reportagem – Vania Alves
Edição – Newton Araújo

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.