Piscicultura em Rondônia produz por ano mais de 12 mil toneladas

A meta do governo de Rondônia é chegar a um total de 80 mil toneladas

O Estado de Rondônia possui um grande potencial para a piscicultura. Atualmente são produzidas 12 mil toneladas de pescado por ano, mas a meta do governo de Rondônia é chegar a um total de 80 mil toneladas.

Para tratar sobre meios que venham a contribuir de forma significativa, a médio e curto prazo para a promoção e desenvolvimento sustentável, principalmente de comunidades ribeirinhas, o governador Confúcio Moura recebeu na manhã desta quinta-feira (8), no gabinete da Procuradoria Geral do Estado (PGE), os representantes da Cooperativa Mista e Aquícola do Estado de Rondônia (COMAPEIXE).

O presidente da cooperativa, Antônio Sobrinho, apresentou ao governador o projeto de implantação de Incubadora Tecnológica Aquícola Comunitária para a produção do pescado, sendo doze comunidades contempladas na primeira fase, orçadas em seis milhões. “O projeto consiste na construção de uma incubadora em cada comunidade, com a capacidade individual de produzir 222 toneladas de peixe, somando juntas um total de 2.664 toneladas, o que corresponde a 26,64% da produção do Estado”, disse o presidente da COMAPEIXE.

No projeto apresentado, a primeira fase contemplaria as comunidades: Rio Candeias, Joana D’Arck, Lago Castanha, Boto Encantado, Aliança, Água Doce, Água Cristalina, Encontro das Águas, Rio Jamari, Remanso das Águas, Linha São Pedro e Esperança.

Antônio Sobrinho disse ainda, que de acordo com Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia (CREA/RO), o Estado tem mais de um milhão de áreas degradadas. “Se recuperarmos pelo menos 1% e utilizar o o mesmo percentual de igarapés, lagos, a produção pode chegar a 500 mil toneladas de pescado”, conclui.

O governador Confúcio Moura destacou a intenção de incentivar e colaborar com o desenvolvimento da piscicultura em Rondônia e disse que o projeto chegou em boa hora. “Fui duas vezes ao BNDES com representantes das Usinas, ambas têm um subcrédito de contrapartida para oferecer às comunidades ribeirinhas um projeto produtivo. Essa iniciativa veio em boa hora, vou aproximar a cooperativa das usinas e do BNDES, para ver a possibilidade de desenvolver esse projeto. Além disso, vamos verificar com a Sedam para conseguir alguma capacitação e com a Sedes o que podemos fazer. Vamos deixar as portas abertas para conseguir realizar o projeto com apoio do governo”, disse Confúcio.

Patrono da Piscicultura

Pelos relevantes trabalho e apoio que o governador Confúcio Moura tem dado ao desenvolvimento da piscicultura, a comissão da COMAPEIXE o elegeu como Patrono da Piscicultura de Rondônia.

Confúcio foi presenteado com um símbolo da cooperativa e agradeceu pela confiança. “Eu me sinto muito grato por esse momento e pela confiança que vocês depositam em mim. Estou aqui a disposição para contribuir com o desenvolvimento de todos os setores de Rondônia, em especial a piscicultura, que é um dos nossos grandes potenciais, ainda em desenvolvimento”, finalizou o governador.

Fonte: Decom

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.