País de Gales: camarão assassino ameaça espécies nativas

O camarão está usando o outro animal como cama e como habitat e pode se alimentar do seu lixo

Uma espécie invasiva de camarão “assassino”, chamada assim pelos cientistas por causa de seu grande apetite, pode colocar em risco espécies nativas de animais marinhos no Reino Unido. Segundo estudo da Universidade de Cardiff, a população de Dikerogammarus villosus (que em média tem 3 cm de comprimento) foi descoberta em novembro em duas regiões do País de Gales e já está “extremamente grande”.

De acordo com a universidade, o camarão invasor se estabeleceu na região por causa de outra espécie não nativa, o mexilhão-zebra. “A população do camarão deve ter se desenvolvido muito rapidamente nos últimos dois anos porque nós não achamos ela durante longos períodos de sobrevivência do mexilhão-zebra entre 2006 e 2009. Aparentemente ele está tirando vantagem dos grandes grupos de mexilhão-zebra, que também é um invasor. O camarão está usando o outro animal como cama e como habitat e pode se alimentar do seu lixo”, diz o professor Steve Ormerod, supervisor da estudante que descobriu o invasor, Caroline Rees.

A universidade afirma que a invasão do camarão “assassino” preocupa ambientalistas por causa da competição por comida com animais nativos. A espécie é capaz de se desenvolver rapidamente em grandes populações a partir de poucos indivíduos. Entidades britânicas pedem para que moradores da região evitem as áreas infestadas para que o animal não se espalhe ainda mais pegando “carona” em equipamentos de pesca e outros objetos.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.