Operação Impacto Profundo II apreende 150kg de lagostas e doa o pescado para Instituições de caridade

Operação Impacto Profundo II apreende 150kg de lagostas e doa o pescado para Instituições de caridade

Vitória (20/10/2009) – Agentes do Ibama e Polícia Militar Ambiental, em mais uma ação da Operação Impacto Profundo II, apreenderam, no final da tarde de segunda feira (19), 150 kg de lagostas da espécie vermelha. O pescado foi apreendido com três pescadores, que estavam há cerca de três dias em alto-mar, segundo o Coordenador .

Além da lagosta, os Agentes Ambientais do Ibama, apreenderam compressores, cilindros e aparatos de mergulho autônomo, o que é proibido por lei desde 2007, o que torna a prática da pesca ilegal e predatória. Na época da proibição, a Secretaria Especial de Pesca – Seap comprou todo o material dos pescadores para que estes tivessem condições de se adaptarem a nova legislação de proteção ao Meio Ambiente.

A operação foi realizada pelo Ibama e pela Polícia Militar Ambiental na Colônia de pescadores da Praia do Suá, em Vitória. A lagosta apreendida, cerca de 150 kg, foi doada para a Instituição de Caridade Projeto renascer de Guarapari. O Superintendente do Ibama, Reginaldo Anaissi Costa e o Coronel Marquezi, da Polícia Militar Ambiental, estavam presentes no momento da doação.

Segundo informações de agentes ambientais do Ibama que participaram da ação, os três pescadores que estavam na embarcação irão responder a processo ambiental e vão pagar uma multa de R$ 5 mil. Todos os autuados possuem 20 dias para apresentarem suas respectivas defesas junto ao Instituto.

Luciana Carvalho
Ascom Ibama/ES

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.