Operação Carapeba inibe pesca com bomba na Bahia

A operação Carapeba iniciou sua primeira etapa de atividades de fiscalização em 2011 na terça-feira passada (01/02).

Cinco agentes do Ibama estão atuando desde então na Baía de Todos os Santos e adjacências com o apoio institucional da Marinha e da Polícia Federal, e a ação fiscalizatória abrange lugares variados como a contra costa da Ilha de Itaparica, São Francisco do Conde, Maraú, Vera Cruz, entre outros.

A equipe está utilizando o Flex Boot (barco inflável) do Ibama para se deslocar no trecho marítimo da operação entre as inúmeras localidades da BTS e conta ainda com o reforço um barco cedido pelo 2º Distrito Naval para incursões mar afora.

De acordo com o convênio celebrado entre a Marinha e o Ibama, um barco será cedido sempre que solicitado para apoio às operações de fiscalização na área da pesca, tanto na Baía de Todos os Santos como em diversas outras áreas marítimas do estado.

Segundo informações prestadas pela coordenação da operação, nesta primeira etapa de fiscalização, não foi flagrada nenhuma situação que caracterizasse a pesca com utilização de explosivos, mais conhecida como pesca com bomba.

Os agentes apreenderam somente alguns equipamentos (compressores) utilizados na pesca da lagosta, crustáceo que atualmente se encontra em pleno período de defeso, o que configura irregularidade desses equipamentos. A operação prossegue até o próximo dia 10, quinta-feira.
Ascom/Ibama-BA

Veja também

Amazonas – 3,5 mil filhotes de quelônios são soltos na natureza

O projeto Pé-de-Pincha, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realiza o manejo comunitário de quelônios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.