Nove pessoas são presas com 200 quilos de lagosta em Itarema

O período do defeso da lagosta se encerra neste sábado (15), anunciado pelos Ministérios da Pesca e Aquicultura (MPA) e do Meio Ambiente (MMA). Mas antes mesmo da liberação da pesca, nove pessoas foram presas pela Polícia Militar Ambiental (CPMA), na praia de Almofala, em Itarema, pela prática ilegal. Dois barcos, 15 redes caçoeiras e cerca de 200 quilos do crustáceo foram apreendidos pelo Ibama.

Os integrantes das embarcações foram conduzidos para a Delegacia Regional de Acaraú. A ação é derivada da Operação Impacto Profundo 3, que combate a captura durante da lagosta durante o período de defeso do animal. A partir do dia 16 de maio, domingo, a pesca volta a ser permitida, 15 dias antes da data prevista.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.