MS – PMA começa a fiscalizar estoques de peixe

Fiscalização Mato Grosso do SulCampo Grande (MS) – A partir de amanhã (07), a qualquer momento a Polícia Militar Ambiental (PMA) fará a conferência dos estoques de pescado dos estabelecimentos comerciais e durante todo o período de “piracema” efetuará a fiscalização dos estoques declarados, com verificação de baixas por vendas e outros motivos. Esta ação está amparada na Resolução IMASUL – 0014/2009, que obriga que seja feita até 48 horas após o fechamento da pesca a fiscalização dos estoques.

Desde o dia 05 a pesca está fechada em todos os rios do Estado e da União. Os tipos de pesca permitidos são somente a científica e a pesca de subsistência (manutenção da vida), somente para o ribeirinho, com cota de 03 kg de pescado ou 01 exemplar diariamente.

Ainda, nas Lagoas das Usinas do Rio Paraná (Sérgio Motta, Jupiá, Ilha Solteira,) será permitida a pesca de peixes exóticos, não nativos e híbridos (tucunaré, tilápia, carpa, bagre africano, curvina, entre outros).

A PMA estará recebendo os comerciantes para declaração de estoques em todas suas Subunidades do Estado. Em Campo Grande, os comerciantes deverão fazer a declaração à Avenida Mato Grosso S/N, no Parque das Nações Indígenas (Quartel da Polícia Militar Ambiental).

Segundo a PMA, a fiscalização da Declaração de Estoques é importante, pois evita que o comerciante possa adquirir pescado durante a piracema e, consequentemente, se não há para quem vender, as pessoas que praticam pesca predatória não sentirão necessidade de praticá-la.

A PMA alerta que a falta de declaração de estoques sujeita apreensão dos produtos sem origem e até os que tiverem origem, visto que, às vezes, a nota fiscal de produto regular serve para legalizar pescado irregular. Além da apreensão do pescado, as multas podem passar de R$ 100.000,00.

Fonte = Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.