Ibama suspende pesca e comercialização da lagosta no Ceará

Tempo para a reprodução do animal

A pesca ou comercialização da lagosta está proibida a partir desta quinta-feira (1º) em todo o litoral Cearense. O motivo é que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deu início ao período de defeso do crustáceo, tempo para a reprodução do animal.

Até o dia 31 de maio de 2012, só será permitida a captura, conservação, industrialização ou comercialização da lagosta daqueles que apresentarem ao Ibama um relatório, até o dia 7 de dezembro, com o estoque declarado, indicando também os locais de armazenamento.

A Polícia Militar Ambiental e a secretaria da Agricultura e da Pesca do Ceará vão auxiliar o Ibama na fiscalização. Quem for pego comercializando ou transportando o crustáceo estará sujeito a apreensão da carga e aplicação de multa, que varia de R$ 700 a R$ 100 mil. De acordo com o Ibama, em 2011, foram aplicadas 73 multas ligadas à pesca predatória além de apreensão de 3.500 kg de lagosta. Ao todo, 80 pescadores foram autuados.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.