Ibama doa 60 toneladas de peixes a instituições beneficentes no Pará

Cerca de onze toneladas do total de pescado apreendido foram doadas ao Mesa Brasil, que integra o programa Fome Zero

O Ibama encerrou, nesta terça-feira (07), a doação de cerca de 60 toneladas de peixes a instituições beneficentes da região metropolitana de Belém, no Pará. O pescado foi apreendido no início de dezembro, quando era transportado irregularmente em três caminhões-frigoríficos que vinham de barca de Santarém, no oeste do estado, até um porto privado em Icoaraci, a 20 km da capital. Os veículos também foram apreendidos pelos fiscais do instituto.

Dois dos caminhões fiscalizados, que levavam juntos cerca de 45 toneladas de peixes, estavam a serviço da empresa Gelofruti, que acabou multada em R$ 990 mil. Segundo os fiscais, entre as irregularidades praticadas pela autuada, destaca-se o transporte de seis diferentes espécies de peixes (filhote, dourada, mandubé, barba-chata, sarda e pescada-branca) enquanto a nota fiscal registrava apenas uma.

A legislação ambiental do país exige que todo recurso natural transportado esteja de acordo com as informações da documentação que o acompanha. O proprietário do terceiro caminhão, que levava peixe salgado, recebeu multa de R$ 280 mil, além de perder carga e veículo.

Cerca de onze toneladas do total de pescado apreendido foram doadas ao Mesa Brasil, que integra o programa Fome Zero do governo federal. Segundo o Mesa Brasil, 18.422 pessoas, entre jovens, crianças, adultos e idosos, serão beneficiadas com o alimento. O restante do peixe foi destinado à Cáritas, que realiza trabalhos sociais por meio da Igreja Católica; à Fundação Pestalozzi, que atende crianças com necessidades especiais, e às prefeituras de Vigia e Santa Izabel. Esta desenvolve o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

Ascom/Ibama/PA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.