Grupo de trabalho vai analisar a pesca de emalhe

O estudo pretende apontar todas as características dessa atividade

Os Ministérios da Pesca e Aquicultura (MPA) e do Meio Ambiente (MMA) indicaram seus respectivos técnicos para integrar o grupo de trabalho que vai analisar a pesca de emalhe na costa brasileira. A rede de emalhe é esticada numa linha reta e funciona como uma armadilha onde os peixes ficam presos e são capturados após o seu recolhimento. O estudo pretende apontar todas as características dessa atividade para que os dois ministérios possam definir políticas voltadas para o setor.

O MPA indicou os seguintes técnicos para integrar a comissão:

Carlos Alexandre Gomes de Alencar, diretor do Departamento de Planejamento e Ordenamento da Pesca Industrial e coordenador do grupo; Sebastião Saldanha Neto, diretor do Departamento de Registro da Pesca e Aquicultura; João Dias Machado, diretor do Departamento de Planejamento e Ordenamento da Pesca Artesanal; e Mutsuo Asano Filho,coordenador Geral de Planejamento e Ordenamento da Pesca Industrial Costeira e Continental. Foram designados ainda os seguintes suplentes: Sergio Macedo Gomes de Mattos, Fabiano Duarte Rosa, Elisa Furtado e Paulo Travassos.

Pelo MMA foram designados os seguintes técnicos:

Roberto Ribas Gallucci, Clemeson José Pinheiro da Silva, José Dias Neto, Gilberto Sales. Como suplentes foram indicados Jorge Eduardo Kotas, Francisco Chagas Machado Filho, Sandro Klippel e Paulo André de Carvalho Flores.

MPA

Veja também

Amazonas – 3,5 mil filhotes de quelônios são soltos na natureza

O projeto Pé-de-Pincha, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realiza o manejo comunitário de quelônios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.