Greenpeace e WWF pedem moratória da pesca de atum no Mediterrâneo

PARIS (AFP) — As organizações ambientalistas Greenpeace e Fundo Mundial para a Natureza (WWF) lançaram um apelo para que se estabeleça a moratória da pesca de atum vermelho no Mediterrâneo.

O WWF propôs um plano de encerramento da pesca de três anos para dar oportunidade às reservas de se recuperaram, segundo comunicado difundido por ocasião de uma reunião da Comissão Internacional para a Conservação dos Tunídeos no Atlântico (Cicta), na Turquia.

O Greenpeace pediu, por sua vez, uma moratória por tempo indeterminado enquanto as reservas não mostrarem sinais tangíveis de recuperação”.O atum vermelho, que é muito apreciado por causa da moda de comer “sushi” japonês, faz parte das espécies de peixe de grande tamanho cuja existência é regulada pela Cicta.

A Comissão Européia decretou, de forma antecipada, em 19 de setembro, o fim da temporada de pesca do atum vermelho em toda a UE para o resto do ano, já que considerou que a cota global européia foi alcançada.

Fonte = Google

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.