Governo repassa R$3 milhões para fomentar a pesca na Bahia


Recursos vão financiar a construção de estações de piscicultura para populações ribeirinhas

Cinco convênios que prevêem o repasse de R$3 milhões para o fomento da pesca na Bahia foram assinados ontem, na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), pelo ministro da Pesca e da Aqüicultura, Altemir Gregolini, e o governador Jaques Wagner. O presidente da Bahia Pesca, Aderbal de Castro, também participou da solenidade. O órgão será o executor dos projetos nas áreas de pesca, maricultura e aqüicultura.

Do montante, cerca de R$1 milhão será destinado ao cultivo de pescados no Lago de Sobradinho, conforme explicou o presidente da Bahia Pesca, Aderbal de Castro. Está prevista ainda a construção de uma estação de piscicultura no município de Vila Matias, beneficiando mais de 1,2 mil famílias de ribeirinhos da região. A obra está avaliada em R$793 mil e prevê a montagem de 25 viveiros em um espaço de 15 hectares. O município também contará com uma minifábrica de ração e unidade de beneficiamento.


Ainda na mesma região, serão investidos mais R$230 mil em equipamentos para finalizar a reforma dos entrepostos de venda de Remanso e Sobradinho. Eles vão ganhar equipamentos de manipulação e fábrica de gelo com capacidade para produzir quatro toneladas por dia. A expectativa é de que, juntas, as duas cidades recebam toneladas de pescado por dia, não só de sobradinho, mas dos lagos de Xingó, Moxotó e Itaparica.

Na Baía de Todos os Santos, será investido cerca de R$1,6 milhão para a implantação de dois programas de produção de ostras e mexilhões no estado: o Plano Local de Desenvolvimento da Maricultura (R$955 mil) e o Programa de Controle Higiênico Sanitário de moluscos Bivalves (R$715 mil).

Com esta injeção, a Bahia torna-se o estado que mais recebeu recursos do órgão federal neste ano. “É o estado que tem maior costa marítima e é o terceiro em pescado e, por esta razão, estamos trazendo estes investimentos para cá”, justificou Gregolini.

Foram liberados ainda pelo ministro R$350 mil para um projeto de transferência de tecnologia na área dos atuns. No final da tarde, ele visitou a área de produção de beijupirá da Bahia Pesca, onde foram colocados os tanques de criação. “A Bahia nunca viveu uma parceria tão intensa com o ministério da pesca”, entusiasma-se o governador Jaques Wagner.

Camila Vieira

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.