Fiscalização apreende rede de pesca em parque ecológico de Colniza

Flagrante da apreensão de redes e anzóis que seriam utilizadas em pesca predatória

Um trabalho de fiscalização ambiental resultou na apreensão de grande quantidade de material utilizado em pesca predatória, barco, motor e carretinhas usados por pescadores para a prática ilegal. A fiscalização foi realizada na última semana em parceria entre a Prefeitura de Colniza, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Polícia Militar, com apoio da Rotam.

A apreensão aconteceu durante uma operação realizada nos distritos do Guariba e Três Fronteiras, onde estão localizadas as Reservas Extrativistas Guariba-Roosevelt e a Estação Ecológica do Rio Madeirinha, todas no município de Colniza.
A equipe da fiscalização municipal apreendeu, na rodovia MT-206, que liga Colniza ao distrito de Três Fronteiras, nas imediações do rio Madeirinha, 1.500 metros de rede que seriam utilizadas na pesca predatória; 500 espinhéis (anzóis) de uso proibido; uma carretinha truck, um barco de seis metros de comprimento e um motor de 15 HP.

Nessa apreensão, realizada pela equipe da Rotam e Polícia Militar de Colniza, foram flagrados vários pescadores de posse dos apetrechos de pesca proibidos, configurando crime ambiental. Os materiais foram apreendidos e encaminhados à Promotoria de Justiça de Colniza.

Em outra operação, no rio Madeirinha, em que as equipes da fiscalização municipal e da Polícia Militar desceram cerca de sete horas de barco pelo rio, foi apreendida uma carretinha estacionada na área da Estação Ecológica.

O pescador não foi localizado, porém, a presença da carretinha, atrelada a um veículo, também configurou crime ambiental, pelo uso em área de proibição da pesca.

Ainda durante a operação, várias abordagens foram realizadas na rodovia MT-206 e na própria localidade do distrito de Três Fronteiras, com revista pessoal e checagem das pessoas abordadas pelas equipes da PM e Rotam e apreendidas armas e munições em uma propriedade rural da região. A operação foi coordenada pelo capitão Taques, comandante da 11ª Cia Independente de Polícia Militar de Colniza.

Em agosto passado, outra grande operação policial militar, igualmente realizada pela Polícia Militar em conjunto com a fiscalização municipal e com apoio do Ministério Público Estadual local apreendeu grande quantidade de pescado capturado nas reservas extrativistas e na estação ecológica de Colniza.

24HorasNews
Elvio Lopes
de Colniza

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.