Em Dourados / MS Lago do parque começa a receber 3.500 kg de peixe

Além do festival de pesca, praça de alimentação e venda de pescado vivo, a Festa do Peixe deste ano terá show gospel

Começou nesta terça-feira a soltura de peixes das espécies pacu e catfish no lago do Parque Antenor Martins, no Jardim Flórida. O repovoamento faz parte dos preparativos para a 9ª Festa do Peixe de Dourados, que acontece no parque de 4 a 8 de abril. O evento organizado pela prefeitura já virou tradição na cidade e neste ano terá várias atrações.

O prefeito Murilo acompanhou a soltura da primeira remessa de peixes e disse que a expectativa é grande para a festa deste ano, que será encerrada no domingo de Páscoa. Simbolicamente, o prefeito soltou dois pacus no lago e já começou a convidar a população de Dourados e da região para a festa.

“A exemplo de os outros eventos que organizamos, como a Festa Junina e o Carnaval, na 9ª Festa do Peixe vamos priorizar a segurança. Os douradenses e moradores da região já podem começar a se preparar para a festa, confiantes de que a segurança mais uma vez será prioridade”, afirmou o prefeito.

Murilo disse que além do festival de pesca, praça de alimentação e venda de pescado vivo, a Festa do Peixe deste ano terá show gospel na quinta e sexta-feira e muita música no sábado de aleluia. “Para a criançada, na tarde do domingo de Páscoa tem o musical do grupo Galinha Pintadinha. Juntos, vamos celebrar a Páscoa, a data mais importante para nós cristãos”, afirmou o prefeito.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio, que organiza a festa em parceria com a MS Peixe (cooperativa de aquicultores e piscicultores de Mato Grosso do Sul), serão colocados no lago do parque 3.500 kg de peixes para o festival de pesca. Serão 1.500 kg de catfish e duas toneladas de pacu.

Os peixes são destinados para o festival de pesca, que começa na quarta-feira com a “parapesca”. O prêmio principal do festival deste ano será uma motocicleta CB 300R, avaliada em cerca de R$ 12 mil.

Com a venda de peixe vivo, a expectativa dos organizadores é comercializar 30 toneladas de pescado. Já o público da festa deve chegar a 50 mil pessoas nos cinco dias de evento.

http://www.oprogresso.com.br

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.