Desfile das delegações abre primeiro Campeonato Mundial de Pesca realizado nas Américas


Vitória (ES) – Um emocionante desfile de delegações, acompanhado por dezenas de pessoas, abriu oficialmente neste domingo, na Praia de Camburi, nesta cidade, o primeiro Campeonato Mundial de Pesca realizado fora da Europa. A partir desta segunda-feira, com a realização dos treinos oficiais, das 8h30 às 12h30, 13 seleções masculinas e nove femininas medirão forças para saber qual é a melhor do mundo em uma das modalidades que mais crescem em número de adeptos.

A adrenalina dos participantes está sendo testada desde o final do desfile de abertura. É que já no treino oficial, conforme o presidente da arbitragem, o brasileiro Irineu Jacob Kloeckner, é fundamental as equipes terem uma boa performance. “O treino oficial é realizado, dentre outras coisas, porque se uma das quatro etapas for cancelada, valem os resultados nele registrados. Portanto, é como se fosse uma etapa, pois, não sabemos quais devem ser as condições climáticas nos próximos dias”, destacou.



O desfile das delegações contou com participação de todas as delegações inscritas. Na medida em que passavam pela orla de Camburi, as equipes eram delirantemente aplaudidas pelos populares que fizeram questão de prestigiar o evento. Cada delegação teve um representante no hasteamento das bandeiras, feito com a execução do Hino Nacional de cada país.

O presidente da Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos, Eduardo Paim Bracony disse que a realização do Mundial no Brasil é um grande passo para a difusão do esporte. “Todos nós estaremos trabalhando pelo engrandecimento da pesca no mundo. Por isso é grande a nossa responsabilidade ao realizar esta competição”, disse.

O secretário de Esportes de Vitória, Guilherme Filgueiras destacou que a cidade está muito bem preparada para sediar o evento. “O mais importante para nós já está acontecendo que é a integração e o congraçamento das Nações por meio do esporte”, disse.

Atual campeã do mundo feminino individual, a portuguesa Cláudia Lume, 22 anos, disse que o Mundial será bem difícil para Portugal devido às condições do mar, adversas para os representantes da Europa. Mas, conforme Cláudia, Portugal está muito motivado para lutar pelas primeiras colocações. “É sempre bom ganhar no próprio país, mas melhor ainda é vencer fora, ainda mais do nosso continente”, disse.

O sub-capitão da equipe masculina da Croácia, Ciro Blazevca, 25 anos, disse que a expectativa é constar entre os três primeiros. “Com certeza o Brasil é o favorito para vencer o Mundial”, previu.

Nesta terça-feira, será realizada a primeira etapa, das 8h30 às 12h30, na Praia de Camburi; na quarta-feira, das 10 às 14 horas, acontece na Praia do Riacho, em Guarapari, a segunda etapa; na quinta, Regência, Linhares, sedia a terceira etapa, das 10 às 14 horas; e na sexta, Camburi, sedia a quarta e última etapa, das 8h30 às 12h30.




Um Projeto:
· Premium Marketing Promocional

Realização:
· Confédération Internationale de Pêche Sportive
· Fédération Internationale de la Pêche Sportive
· Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos
· Federação Capixaba de Pesca

Apoio:
· ProAcqua
· Espírito Santo Convention & Visitors Bureau
· Rede Gazeta

Patrocínio:
· Samp Assistência Médica
· Prefeitura Municipal de Vitória – Secretaria Municipal de Esporte
· Governo do Estado – Secretaria de Esportes e Lazer
· Brasil – Ministério do Turismo

Pauta Livre
Assessoria de Imprensa

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.