Consumo de peixe no Amazonas caiu mais de 50%

Manaus – O consumo de peixe no Amazonas caiu mais de 50%. A afirmação é do secretário executivo de Pesca e Aqüicultura, Geraldo Bernardino. Ele participou da palestra sobre a Cadeia Produtiva do Pescado, na Semana da Pesca, que começou nesta segunda-feira (25), na Assembléia Legislativa do Estado. As comemorações fazem parte de um calendário para lembrar o dia do pescador, dia 29 deste mês.

Segundo Bernardino, o amazonense consumia, em média, 60 quilos de pescado por ano, na década de 80. A quantidade caiu para 25 quilos atualmente, no mesmo período. O secretário executivo atribui a queda no consumo a quatro fatores: à sazonalidade da produção, ao alto preço do peixe e ao valor acessível do frango, e à dificuldade no acesso ao alimento.

Ele ressaltou que a pesca no Amazonas se encontra em um período ruim e que as soluções para o problema passam pela industrialização do pescado e pelo incentivo ao cooperativismo e do associativismo para o setor pesqueiro. Durante sua palestra, Geraldo Bernardino, apresentou um diagnóstico geral da situação do setor pesqueiro, englobando as atividades de pesca artesanal, esportiva, ornamental e em cativeiro.

O secretário, que na semana passada participou de uma audiência pública sobre seguro-defeso em Brasília, entende as dificuldades que o setor enfrenta, mas diz que a Sepror está desenvolvendo vários projetos para mudar a situação.

Sabemos que ainda há muito a ser feito, principalmente em relação à infra-estrutura para o setor, mas a Sepror está atuante em vários segmentos, seja na construção de fábricas de gelo, na capacitação dos pescadores para evitar o desperdício e até mesmo, na luta pelo pagamento do seguro defeso“, afirmou Bernardino.

Entre os projetos da Secretaria Estadual de Produção Rural (Sepror) para o setor pesqueiro que serão anunciados oficialmente ainda esta semana estão a construção de fábricas de pescado e de novos entrepostos de beneficiamento do produto, inclusive para a transformação do pirarucu em bacalhau. A Secretaria também deve iniciar o calendário de venda de jaraqui a população de baixa renda nesta semana.

Veja também

Projeto Prorobalo Unesp de Registro capacita guias de pesca

É promovida a prática da pesca amadora responsável Projeto da Unesp de Registro vem promovendo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.