Ceará – Lagosta de defeso é apreendida

Fortaleza – Os fiscais estão em campo. É época de defeso e piracema. O defeso da lagosta teve início em 01 de dezembro de 2008 e só termina em 31 de maio de 2009 (IN nº206 14/11/08) e a piracema começou em 01 de fevereiro e vai até 30 de abril(Port.nº04/08). A Operação Impacto Profundo II começa o ano apreendendo 20 kg de lagosta inteira em uma barraca localizada nas lagoas da Comunidade de Tatajuba no município de Camocim e 100 kg em outra na praia de Jericoacoara, ambas bastante frequentadas por turistas durante todo o ano. Em um depósito mais 15 kg de lagosta congelada. Assim segue a fiscalização, por terra e pelo mar. Nesta época de defeso não importa o tamanho da lagosta – a captura é PROIBIDA. As barracas deveriam ter declarado seus estoques de lagosta ao Ibama e se você quiser saborear o crustáceo ele deverá estar congelado desde a época anterior ao defeso.

Pelo caminho,a equipe de fiscais recebeu denúncias de encalhe e venda de carne e casco de tartarugas. Uma tartaruga foi salva e encaminhada ao Projeto Tamar.

Na região de Iguatu, interior do estado, a fiscalização é nas feiras e açudes. Na Feira de Jaguaribe e Acopiara nenhuma irregularidade foi encontrada. Na Feira de Iguatu os fiscais encontraram 11 Kg de sardinha e branquinha e 3 Kg de ova de Curimatã. Na Feira de Icó, ao ver os fiscais, o dono da barraca fugiu e deixou para trás 17 kg de Curimatã. Na Associação dos Pescadores de Aiuaba os fiscais lavraram um auto em cima de 38kg de Curimatã encontradas irregulares ou seja, não declaradas devidamente.

Ao chegar no Açude Serafim Dias, em Mombaça, 200m de rede de espera (galão) foram apreendidas, mas nelas encontravam-se emalhadas 50 Curimatãs ainda vivas que os fiscais cuidadosamente retiraram e devolveram ao açude.

Outra equipe de fiscais cobre a região de Pentecoste e encontra 11 canoas pescando de anzol no açude de mesmo nome. Mas está liberado! Este tipo de pesca é permitido. Já na Feira do município foram apreendidos 30 kg de Curimatã e o valor da multa foi de R$1.300,00.

Pargo
Pensa que acabou?! Ainda temos o Defeso do Pargo que teve início dia 01 de fevereiro e termina 31 de março (IN nº07/04). Hoje mesmo (18/02) em uma empresa de pesca de Camocim foram pegos 1.100 kg da espécie. Ela recebeu multa de R$33.000,00 e a carga já foi toda doada para instituições cadastradas junto ao Ibama.

No Ceará os fiscais não pegam só peixe e lagosta, em Ubajara dois caminhões com 80 m³ de madeira serrada foram apreendidos e encaminhados para unidade do Ibama no município de Viçosa e na famosa “Feira da Parangaba” em Fortaleza foram apreendidos 55 pássaros. Eles foram encaminhados ao Cetas- Centro de Triagem de Animais Silvestres em Messejana para que se recuperem e possam ser soltos novamente na natureza.

Preservar o meio ambiente é uma tarefa de todos nós, por isto, a conscientização do ser humano é o fator mais importante para reverter o quadro em que se encontra o nosso meio ambiente. Mas enquanto não atingimos este ideal, a fiscalização ainda se faz necessária.

Mariângela Bampi
Ibama/CE

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.