Barco Escola leva turistas a passeio ecológico em Guaratuba e Matinhos

Dois grandes projetos vão reforçar o trabalho de educação ambiental nos municípios de Guaratuba e Matinhos, litoral paranaense. O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues, lançou, neste fim de semana o “Barco Escola: Descobrindo o Paraíso das Águas”, em Guaratuba e o Projeto Caiçara, em Matinhos.

O Barco Escola é um passeio ecocultural gratuito que mostra a real necessidade de preservação das potencialidades socioambientais da baía de Guaratuba – um dos maiores berços de reprodução de espécies marinhas do país. No passeio, de aproximadamente 60 minutos pela baía, os visitantes conhecem os sambaquis, contemplam de aves marinhas das ilhas da região, visitam cultivos de ostras, e andam por uma trilha de interação com o ecossistema manguezal e floresta atlântica.

Os visitantes também recebem informações sobre a pesca artesanal e suas peculiaridades, os mangues e a importância de respeitar o período de reprodução dos caranguejos para manutenção da espécie, fatos históricos, costumes e práticas das populações tradicionais locais, sítios arqueológicos e problemas relacionados ao lixo e a poluição.

Rasca Rodrigues disse que o investimento de R$ 50 mil aplicados no projeto pela Secretaria do Meio Ambiente é pequeno, tendo em vista a importância do Barco Escola e o retorno da ação para a proteção da baía de Guaratuba e para a valorização da cultura local. “Resgata a origem dos habitantes do nosso litoral e mostra aos veranistas a importância da relação entre o caiçara e a natureza, para garantir a fauna e a flora às futuras gerações.”

O projeto, idealizado pela organização não-governamental (ONG) Instituto Guaju, em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, faz parte das ações da Coordenadoria de Educação Ambiental que, pela segunda temporada consecutiva, desenvolve o Projeto Caiçara com o intuito de valorizar os costumes locais.

CAIÇARA – A coordenadora de Educação Ambiental da Secretaria, Rosa Riskalla, explica que o sucesso do Projeto Caiçara – em Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba – se deve à contribuição da comunidade local. “Estamos apoiando ações e ideias que valorizam a cultura local e a proteção ambiental, mas que precisavam de incentivo e apoio técnico para serem levadas a um universo maior de pessoas, como acontece na Operação Viva o Verão”, afirma Rosa.

O coordenador do Projeto Barco Escola, Fabiano Silva, conta que a ideia é promover a reflexão dos passageiros a bordo do Barco Escola. “Estamos preenchendo uma lacuna existente no litoral paranaense, no que se refere à prática da educação ambiental, no conhecimento das tradições, cultura, e potencialidades ambientais do município”, relata Fabiano.

Além dos atrativos do roteiro, o Barco Escola conta com um aquário marinho, microscópio e tanque de contato para que as crianças possam tocar em estrelas do mar, por exemplo, entre outras espécies da fauna e da flora marinha.

DESCOBERTAS – Cristian Giovani Oliveira, filho de pescador, tem 12 anos e se surpreendeu com as informações que recebeu no Barco Escola. “Descobri que a planta bromélia é importante para a nossa região e que ela é prima do abacaxi”, conta. “Também aprendi várias coisas sobre o mangue. Aprendi que só podemos tirar o caranguejo na lua certa e que, se cortarmos o mangue antes, não teremos mais caranguejos.”

O passeio gratuito tem saídas diárias às 9h40, 11h20, 14h e 15h40 da praia de Caieiras, localizada a 2,5 quilômetros do centro da cidade. Os interessados devem fazer suas inscrições junto a Barraca do Verde (posto de credenciamento e informações turísticas e ambientais, curiosidades e peculiaridades do município). A prefeita de Guaratuba Ivani Justus e o deputado federal, Rodrigo Rocha Loures, também participaram do lançamento do Barco Escola. O projeto conta com o apoio da Prefeitura Guaratuba e a Faculdade do Litoral Paranaense –Isepe Guaratuba.

BOX – PROJETO CAIÇARA TAMBÉM É LEVADO AS AREIAS DE CAIOBÁ

No balneário de Caiobá, em Matinhos, o secretário do Meio Ambiente, Rasca Rodrigues, também lançou o projeto Caiçara que funcionará juntamente com a Barraca da Consciência, instalada pela prefeitura. No local, a população poderá conhecer a exposição do fotógrafo Bruno Piccoli sobre a pesca artesanal em Matinhos e obter informações sobre os parques, passeios e cultura da região.

A exposição fotográfica apoiada pelo projeto, mostra o dia a dia da colônia de pescadores de Matinhos e a sua relação com o mar e a natureza. “A pesca acontece antes do sol nascer. O peixe é retirado, limpo e armazenado. Então a rede é posta no mar para se usada no dia seguinte. A comunidade aguarda o retorno das canoas na praia”, narra Bruno, resumindo algumas das imagens da sua exposição.

Além disso, o Projeto Caiçara em Matinhos conta com artistas performáticos que, diariamente, estão na areia, informando veranistas sobre a importância da coleta e destinação do lixo e ações ambientais, promovendo diálogos que envolvem os elementos naturais e entre si.

“São dois personagens caracterizados de pescador e sereia que levam histórias e vestígios da relação do homem com o seu meio e promovem a divulgação da cultura local entre os turistas”, explica a técnica da Secretaria do Meio Ambiente e que também atua na coordenação do projeto, Daniele Daher. Os artistas performáticos integram o elenco da Pró Cult – projetos e eventos culturais e atuam em ações ambientais da Secretaria e Instituto Ambiental do Paraná, no Litoral.

Agência de Notícias do Estado do Paraná

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.