Atum de 232 kg é vendido por US$ 175 mil em Tóquio

atum-rabilho de 232 kg

Um atum foi vendido em leilão no Japão por US$ 175 mil – o preço mais alto pago pago no mercado de peixe de Tóquio nos últimos 9 anos.

O atum-rabilho pesava 232 quilos – quase quatro vezes o peso médio do homem japonês.

Ele foi pescado no extremo norte da ilha de Honshu, a principal do Japão, em águas conhecidas pela alta qualidade dos peixes encontrados.

O peixe foi comprado conjuntamente por um dos restaurantes mais sofisticados da cidade e por um empresário de Hong Kong que tem uma cadeia de casas de venda de sushi.

Segundo correspondentes, o atum-rabilho é considerado o de melhor qualidade para fazer sushi – o prato mais consumido no país.

O alto consumo contribuiu para a redução da quantidade de atum no planeta.

Ativistas pela preservação do meio ambiente estão pedindo uma moratória na pesca do animal para salvar o atum-rabilho da extinção no Atlântico e no Mediterrâneo.

Leilão de atum
– No maior mercado de peixes do mundo, Tsukiji, em Tóquio, o Atum Rabilho é tão cobiçado que tem de ser vendido em leilão.

Diariamente, entre as 5 e as 6 da manhã, num enorme estabelecimento que ocupa uma área de 200.000 metros quadrados e abriga mais de 1.700 barracas, o leilão de atum realiza-se como os das galerias de arte, só que em proporções gigantescas.

Por uma hora, o que se vê é uma fascinante sucessão de dedos despontando no meio da multidão, sinais de cabeça e arremate de peças, que têm de ser removidas imediatamente após a venda, para dar lugar à próxima.

Nove entre dez peixes consumidos no Japão saem do mercado de Tsukiji.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

um comentário

  1. caramba, esses peixes são chamados de maguro pelos japoneses, só agora que caiu a fixa que é atum, só com a venda de um desse da para comprar uma casa, alguem me empresta um barco!? huahauhau xD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.