Alagoas – Pré-conferências preparam pescadores em Pão de Açúcar

Amanhã (24), às 09h, no Auditório da Faculdade São Vicente em Pão de Açúcar, Técnicos da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca (Seap) e da Secretaria Estadual de Agricultura e Desenvolvimento Agrário (Seagri) se reúnem com pescadores para discutir ações que visam melhorar o setor pesqueiro no estado. O evento funciona como pré-conferência da III Conferência Estadual de Aquicultura e Pesca, programado para 4 e 5 de junho no Centro de Convenções, em Maceió.

A Conferência Estadual faz parte da Conferência Nacional que acontece todos os anos. Entre os temas a serem abordados, estão a inclusão da mulher nas etapas de produção e a preservação ambiental, com foco principalmente quanto à preservação dos animais
que realizam a piracema (migração para reprodução) no rio São Francisco, além da exploração pesqueira da lagosta e do camarão marinho.

Um dos nossos objetivos é fomentar a cultura da pesca já que é uma atividade econômica que traz lucratividade em todos os âmbitos. É preciso que os pescadores tenham uma orientação e sejam capacitados tecnicamente até mesmo na hora de gerir a produtividade“, explica Socorro Barbosa, Engenheira de pesca da Seap.

Além de Pão de Açúcar, outras pré-conferências aconteceram este ano, no Litoral Norte, em Paripueira e seu entorno e na região Sul. Em todas as prévias, a participação das colônias de pescadores é de fundamental importância, pois os colonos recebem orientação quantos seus direitos e também como elaborar projetos que visem contar com apoios de convênios.

AÇÕES

Uma das ações que estão sendo desenvolvidas visando contribuir para o fortalecimento do setor pesqueiro em Alagoas é a criação de um Centro Integrado de Pesca Artesanal, unidade que servirá de base para embarque, desembarque, armazenamento, comercialização dos pescados. Atendendo a critérios pré-estabelecidos como Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), número de famílias beneficiadas etc., o local escolhido foi o município de Piaçabuçu, a 184Km de Maceió, que atenderá, além da própria colônia (Zona 19), o Pontal do Peba (zona 27) e o Mercado do Peixe, em Penedo (zona 12). Informações sobre a prévia e a III Conferência: 3315-7024 ou 3315-7004.

SURURU E MASSUNIM

Outro fato importante a ser divulgado na III Conferência são os estudos realizados com o sururu e o massunim. Uma parceria da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) com a Agência Espanhola de Cooperação Internacional visa agregar valores aos mariscos para que possam ser comercializados industrialmente em grandes redes de supermercados.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.