Vanderlei quer sossego e pescaria em terras do interior do Paraná

Click para ampliar
Click para ampliar

Fundista se despede de provas internacionais na São Silvestre e só pensa em descansar na propriedade que tem em Cruzeiro do Oeste

Vanderlei se aposenta após a São Silvestre e passar o tempo livre pescando, um dos maiores fundistas do Brasil em atividade. Mas depois que cruzou a linha de chegada da 84ª corrida de São Silvestre, seus feitos estarão cravados para sempre na história do atletismo do país. E tudo o que o paranaense espera a partir deste momento é sossego.

No primeiro dia do ano de 2009, Vanderlei, medalha de bronze na maratona das Olimpíadas de Atenas, em 2004, começará a planejar um futuro diferente. Ele promete continuar treinando e participando de algumas provas sem ser um membro da elite do atletismo. Mas o paranaense também quer curtir as terras que tem no interior do estado.

Tenho uma pequena propriedade e pretendo cuidar dela. É claro que não é fácil viver no Brasil com um pequeno pedaço de terra, com a agricultura passando por tantas dificuldades. Mas aproveitarei o momento para relaxar e viver no campo. Sou da roça, caipira e me orgulho de ser pé vermelho – comentou o fundista de 39 anos.

Nos momentos de lazer, que serão maiores que o habituam, Vanderlei pretende exercer aquela que considera sua verdadeira profissão: a pesca.

Costumo dizer que sou pescador por profissão e corredor por hobby. Adoro pescar. Todo mundo fala que é coisa de mentiroso, mas isso não é verdade. Uma vez eu pesquei um piavuçu de 4kg. Foi o meu maior orgulho – afirmou o atleta, acrescentando que o feito não era conversa de pescador.

Fonte = Globoesporte

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.