Ubatuba – Prefeitura abre cadastro para pescadores usarem o Mercado de Peixes

Esta é uma oportunidade para que os pequenos pescadores de Ubatuba tenham um local garantido para comercializar seus pescados, sem depender de atravessadores

Teve início no último dia 4, segunda-feira, o prazo para as inscrições de pescadores que queiram, juntamente com seus familiares, comercializar seus pescados no Mercado Municipal de Peixes durante o ano de 2010. Os interessados devem comparecer à Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Smapa) da Prefeitura de Ubatuba, em horário comercial. As inscrições vão até o dia 28 de fevereiro e os pescadores cadastrados só poderão ocupar lugar no Mercado após pagamento da taxa, que poderá ser quitada até o dia 31 de março.

Para se cadastrar, o pescador deve possuir até duas embarcações motorizadas de, no máximo 12 metros ou canoas. É preciso comprovar residência em Ubatuba e estar disposto a participar das capacitações que serão oferecidas pela prefeitura.

Os documentos necessários são as cópias de: carteira de pescador (Seap/PR), RG, CPF, Registro Geral de Pesca (RGP), título da embarcação, carteira de saúde ou atestado de saúde ocupacional (apenas para novos cadastros), além de comprovante de residência, uma foto 3X4 e comprovante de pagamento referente ao ano de 2009 (para quem já foi cadastrado). É preciso ter em mãos os documentos originais para conferência. Para mais informações, ligue para: 3833-2528.

Segundo a secretária de Agricultura, Pesca e Abastecimento de Ubatuba, esta é uma oportunidade para que os pequenos pescadores de Ubatuba tenham um local garantido para comercializar seus pescados, sem depender de atravessadores, aumentando assim o lucro com a venda de seu produto e gerando emprego para a família. Nesse novo modelo, enquanto o pescador está no mar, a esposa e os filhos podem estar vendendo o pescado”, enfatiza a secretária.

Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.