Tocantins sedia o 1º Curso de Atualização Tecnológica em Produção de Tambaqui

Projeto Aquabrasil é de abrangência nacional, os próximos cursos poderão ser realizados em outros estados

O Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e a Embrapa Pesca e Aquicultura promovem o 1º Curso de Atualização Tecnológica em Produção de Tambaqui. O encontro aconteceu no Estado do Tocantins entre os dias 19 e 22 de outubro e tem como meta atualizar os multiplicadores da assistência técnica e extensão rural (ATER), pública e privada na região. O principal objetivo do curso é a qualificação dos técnicos para que eles possam prestar um serviço de qualidade aos produtores.

Durante os quatro dias do evento, professores e demais técnicos atuantes nos setores da pesca e aquicultura no Tocantins terão acesso às novas tecnologias no âmbito das ações do Projeto Aquabrasil, podendo assim renovar seus conhecimentos, práticas de cultivo e manejo do tambaqui. Contribuíram para a realização do evento, além do MPA e Embrapa Pesca e Aquicultura, mais outras 16 Unidades da Embrapa e instituições parceiras que compõem o projeto Aquabrasil.

O segundo curso do projeto será realizado também em Palmas, entre os dias 9 e 12 de novembro. No entanto, como o Projeto Aquabrasil é de abrangência nacional, os próximos cursos poderão ser realizados em outros estados. Nessas próximas etapas de capacitação deverão ser focadas as demais 3 espécies abordadas no projeto: tilapia, surubim cachara e o camarão marinho.

Projeto AQUABRASIL – A estratégia do Projeto é promover um salto tecnológico na aquicultura brasileira a partir do atendimento das principais demandas da cadeia produtiva, com foco na obtenção de alevinos de boa qualidade via melhoramento genético. Esse objetivo será alcançado com a oferta de rações ambientalmente seguras que promovam o máximo de rendimento zootécnico com redução da carga orgânica; na identificação e no controle sanitário integrados aos sistemas de produção e cujo manejo e gestão ambiental adotem Boas Práticas de Manejo (BPMs) para assegurar a produção de alimentos passíveis de processamento agroindustrial.

O projeto AQUABRASIL, executado desde 2007 com recursos do MPA, Embrapa, outras agências de fomento e parceiros, conta com a participação de mais de 87 pesquisadores, 63 estudantes, 16 Unidades da Embrapa, e também de várias universidades públicas e privadas, empresas de pesquisas federais e estaduais, parceiros do setor produtivo e, ainda, de órgãos ligados à área.

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.