Tocantins já conta com cadastro único da aquicultura

O produtor terá de responder a um questionário detalhado, que aborda espécie, manejo

Após meses de discussões e adequações com instituições ligadas ao setor aquícola, o “Cadastro Único da Aquicultura do Tocantins” está pronto e funcionando. O novo cadastro é um banco de dados com informações detalhadas da piscicultura do Estado, que aborda desde o sistema de abastecimento de água da propriedade produtora até o comércio dos peixes.

A ferramenta, de acesso restrito, será gerenciada pela Adapec – Agência de Defesa Agropecuária, por meio do Sistema Informatizado de GTA – Guia de trânsito de Animal, e ainda contará com a colaboração da Seagro – Secretaria da Agricultura, Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Embrapa, Ruraltins, Ministério da Pesca e demais parceiros.

De acordo com o responsável pelo PESAA – Programa Estadual de Sanidade dos Animais Aquáticos da Adapec, Jefferson de Alexandre Pessoa, a Agência já possuía um quadro de informações aquícolas, que agora está aperfeiçoado. “Percebemos que havia uma demanda pela padronização dos dados entre as instituições estaduais, por isso buscamos o aprimoramento que trará mais agilidade, eficiência e precisão no gerenciamento das ações e políticas públicas”, ressalta.

Pessoa explica ainda que o Sistema será alimentado pelas informações colhidas em visitas técnicas, realizadas pela Agência nas propriedades com projetos agrícolas, além do cadastramento de novas propriedades produtoras. “O produtor terá de responder a um questionário detalhado, que aborda espécie, manejo, entre outras. Com isso, faremos o cruzamento das informações com as instituições parceiras”, destaca.

O novo cadastro é preconizado pela legislação estadual e federal. A Adapec é gerenciadora por estar presente nos 139 municípios do Estado e já possuir um sistema informatizado de Defesa Sanitária Animal, que interliga 110 municípios. “As informações serão inseridas em tempo real. Com a centralização, os dados se tornam mais confiáveis e seguros”, disse o Coordenador de Tecnologia da Informação da Adapec, João Filho Borges Leite.

 

(Informações Ascom Adapec)

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.