Solenidade marca início das obras de instalação da Embrapa Pesca e Aquicultura

Projeto do centro de pesquisas incluiu também uma planta piloto para processamento de pescado

Na oportunidade, será descerrada a placa alusiva ao lançamento do novo centro de pesquisa, localizado na região norte de Palmas em terreno de 990 mil m², contando com 4500 m2 de área construída, incluindo laboratórios nas áreas de bromatologia, biotecnologia, biologia aquática, microbiologia, parasitologia, histologia, biofísica ambiental, ecofisiologia, produção vegetal, geomática e solos. A unidade engloba ainda um campo experimental em Buritirana, distrito que fica cerca de 60 quilômetros de distância da capital, no qual serão desenvolvidas pesquisas na área de sistemas agrícolas.

O projeto do centro de pesquisas incluiu também uma planta piloto para processamento de pescado, área de gerenciamento de resíduos laboratoriais, fábrica de ração, estação meteorológica e prédio para realização de treinamentos voltados para piscicultura. Com 73 tanques escavados, destinados à aquicultura, a unidade terá parte do seu terreno margeando uma barragem de 300 mil m2 de lâmina d’água, que servirá para o abastecimento das instalações.

PAC Embrapa

A obra de construção da sede da Embrapa Pesca e Aquicultura tem aporte de R$ 12 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Embrapa). Ao todo, a unidade contará com uma equipe de cerca de 90 funcionários, entre os quais 30 pesquisadores, além de analistas e assistentes que atuarão no trabalho de apoio à pesquisa.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Embrapa

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.