Sedam apreende malhadeiras utilizadas para pesca predatória no Lago Cujubim

Setecentos metros de malhadeiras. Esse foi o saldo da ação de fiscalização realizada na última sexta-feira (15), pelos fiscais da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), em parceria com o Batalhão de Polícia Ambiental.

Em atendimento a uma denúncia de moradores do Lago Cujubim, a Sedam compareceu ao local que, segundo moradores do entorno, está sendo alvo de pesca predatória. As malhadeiras estavam expostas à margem do lago e foram apreendidas pelos fiscais.

De acordo com os fiscais Miguel Ângelo Sardi e Josuel Ângelo Ravane, que atenderam a denúncia, a Sedam contou com o apoio do Batalhão da Policia Ambiental para ir até o local. Chegando lá apreendeu todo material ilícito encontrado. “Os responsáveis pelas malhadeiras ainda não foram localizados pela Sedam, mas os fiscais vão continuar trabalhando na área e responsabilizarão as pessoas que estão praticando a pesca predatória no lago”, explica Miguel Ângelo.

De acordo com os fiscais, a Sedam capacitou no local um grupo de Agentes Ambientais Voluntários que ajudam na fiscalização do lago e entorno, estes estão sendo ameaçados pelos pescadores que usam o local indevidamente.

Atualmente o Lago Cujubim conta com 20 Agentes Ambientais Voluntários que tem como finalidade conscientizar e sensibilizar a população e os visitantes do lago, visando a proteção ambiental local.

Governo do Estado de Rondônia
A/I SEDAM – Secretaria de Desenvolvimento Ambiental

Veja também

Projeto Prorobalo Unesp de Registro capacita guias de pesca

É promovida a prática da pesca amadora responsável Projeto da Unesp de Registro vem promovendo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.