Roraima – MPA quer fortalecer piscicultura

Com uma extensa hidrografia, formada por 14 rios da bacia do rio Amazonas, entre eles o rio Branco

Estado mais setentrional da região Norte, Roraima recebe hoje e amanhã, dias 18 e 19 de abril, a visita do secretário de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura, do Ministério da Pesca e Aquicultura, Felipe Matias.

Com uma extensa hidrografia, formada por 14 rios da bacia do rio Amazonas, entre eles o rio Branco, o maior e mais importante do estado, Roraima conta com extraordinário potencial para a aquicultura. Já em 2009, o estado produziu 3.502 toneladas de pescado através da aquicultura, do total de 3.899 toneladas, que inclui a pesca artesanal.

Como parte de uma extensa agenda no estado, Matias estará na tarde desta segunda-feira na vila de Tamandaré, no município de Mucajaí. Lá irá visitar unidades pesqueiras e se reunir com piscicultores para discutir demandas e investimentos. O secretário também irá acompanhar o desenvolvimento de dois projetos de criação de tambaqui, que beneficiam 180 famílias. Mucajaí é a segunda cidade mais populosa do estado e encontra-se a apenas 51 quilômetros de Boa Vista, a capital.

Outra atividade prevista é um encontro com piscicultores da vila de Jatapú, município de Caroebe, no sul do estado. Nesta vila, criada a partir da construção de uma usina hidrelétrica, Felipe Matias quer reunir informações para trabalhar um projeto pesqueiro mais abrangente para o estado, incluindo comunidades indígenas.

Em 2009, durante o projeto Arco Verde, que combatia a queimada descontrolada na região Amazônica, estes municípios receberam investimentos do governo federal e da bancada roraimense para o desenvolvimento de projetos de piscicultura, visando a geração de emprego e renda.

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.