Rio Grande do Sul – Apreensão de camarão sem procedência pelo Ibama

320 quilos de camarão e 80 de siri estava acondicionado de forma precária e sem comprovante de procedência

 

Fiscais do Ibama apreenderam no Rio Grande do Sul, na manhã desta terça-feira, 400 quilos de pescado sem comprovação de origem. De acordo com informações prestadas pelo autuado ao agente ambiental federal Ezequiel Pedó, o veículo Celta procedente de Mostardas se dirigia para o município de Capão da Canoa, no Litoral Norte (distante 135 quilômetros da capital), onde o pescado seria comercializado.

 

O veículo foi parado por agentes da Polícia Rodoviária Federal junto ao posto de Eldorado do Sul, na BR-290, que, ao verificar o conteúdo acionou, o Ibama. No local, os fiscais constataram que o pescado transportado (320 quilos de camarão e 80 de siri) estava acondicionado de forma precária e sem comprovante de procedência.

 

Como o pescado não apresentava condições de consumo, o que foi comprovado por fiscais da vigilância sanitária de Eldorado do Sul, o produto foi descartado no aterro sanitário do município.

 

O motorista que transportava o produto teve, além do pescado, o carro apreendido e foi autuado em R$ 10 mil. Também, deverá responder a processo administrativo no âmbito do Ibama.

 

 
Ascom Ibama/RS

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.