Promovendo o Acre na Bolívia

Comitiva Acreana apresenta Rota Internacional Amazônia Andes Pacífico em La Paz

“Vender o Acre” para a Bolívia. Não, a comitiva acreana que está em La Paz, no país vizinho, não quer devolver o território, mas divulgar a nova rota turística Amazônia Andes Pacífico para a cadeia do turismo boliviano. A agenda da comitiva acreana, formada pelo secretário estadual de Esporte, Turismo e Lazer, Cassiano Marques, e empresários do setor, entre eles os representantes da Associação Brasileira das Agencias de Viagem no Acre (Abav), do Conselho Estadual de Turismo, e da Associação Brasileira de Hotéis no Acre (ABIH), inclui reuniões de trabalho com o vice-ministro do Turismo, Sandro Ivan Kawaya, e com o embaixador do Brasil na Bolívia, Frederico Araújo.

À noite, a comitiva acreana faz a apresentação da Rota Internacional Amazônia Andes Pacífico, no Hotel Europa, para um público de cerca de 200 pessoas, entre empresários do setor do turismo, operadores, jornalistas e autoridades bolivianas.

O objetivo da visita, segundo Cassiano Marques, é apresentar de forma institucional e oficial a rota turística que já vem sendo trabalhada pelas operadoras brasileiras.

“Na verdade, a rota é uma integração do conjunto de roteiros locais ou regionais. O turista tem a opção de enxergar a rota como um todo e escolher os destinos que mais lhe agradam. O roteiro é montado de acordo com a necessidade do cliente, dentre de inúmeras opções”.

A visita da comitiva acreana é um desdobramento do Protocolo de Pando, um acordo assinado pelo governador Binho Marques e o governador do Departamento de Pando, na Bolívia, Rafael Bandeira. Entre os 17 compromissos assumidos, quatro são relacionados às questões turísticas.

Promover a identificação de rotas de turismo e elementos de identificação para a promoção e integração nacional para que se tenham rotas estruturadas em Pando e oferecidas no Acre, por exemplo, como o turismo de pesca, está entre os compromissos assumidos pelos dois governos.

“Outro item do protocolo é o desenvolvimento do turismo a partir destas rotas que serão identificadas e promovidas, de forma integrada à Rota Amazônia Andes Pacífico.

Fonte = Agência de Notícias do Acre

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.