Projeto que define boas práticas na produção de tilápia no Brasil

Até 23 de março, dê suas sugestões ao projeto que define boas práticas na produção de tilápia no Brasil.

Proposta elaborada pelo Sebrae, entidades parceiras e setor produtivo define requisitos que garantem a qualidade do peixe mais cultivado no Brasil

Os produtores de todo o País podem conhecer e contribuir com o projeto que define as diretrizes básicas para a criação da tilápia, espécie que representa 47% de toda a produção nacional. Os interessados em conhecer a proposta e fazer sugestões podem acessar o link http://www.abntonline.com.br/consultanacional/projetos.aspx?ID=788&Projeto=ABNT/CEE-192%20Aquicultura. O objetivo é garantir a competitividade do setor, a fim de produzir um pescado seguro, viável e de qualidade, aumentando também o grau de confiança do consumidor.

A norma, que prevê boas práticas para a criação de tilápia, começou a ser elaborada em 2011, por meio de parceria entre o Sebrae Nacional, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o Ministério da Pesca e Aquicultura e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Em 2012, foram realizadas diversas oficinas e visitas técnicas aos principais polos produtivos do País, em que se identificaram os problemas que o setor enfrentava em cada um dos seus elos de produção e como a normalização poderia ajudar a resolver estes problemas.

As diretrizes apresentadas na norma têm por finalidade orientar os empreendedores aquícolas sobre como gerenciar o processo produtivo (de engorda) da tilápia de maneira eficiente e viável, e sobre quais são aplicáveis aos diferentes sistemas de produção e condições climáticas. “Nos últimos anos, a produção brasileira de tilápia praticamente triplicou no País. A intenção desta norma é orientar os produtores a adotarem práticas que garantam sustentabilidade econômica e ambiental e segurança alimentar aos empreendimentos”, afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Criação de tilápias  (ilustrativa)
Criação de tilápias (imagem ilustrativa)

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.