Produtores rurais de Feira de Santana receberam 50 mil alevinos

As irmãs produtoras rurais, Marilene da Cruz Vasconcelos, 38, e Cristiane Ribeiro Cruz, 32 anos, ficaram surpresas com a quantidade de alevinos que foi colocada na aguada que abastece a comunidade de Umbuzeiros.

As irmãs produtoras rurais, Marilene da Cruz Vasconcelos, 38, e Cristiane Ribeiro Cruz, 32 anos, ficaram surpresas com a quantidade de alevinos (peixes em fase inicial de crescimento) que foi colocada na aguada que abastece a comunidade de Umbuzeiros, no Distrito de João Durval (Ipuaçu), zona rural de Feira de Santana, a 113 quilômetros de Salvador. O povoado foi um dos seis beneficiados com o programa de peixamento em aguadas públicas, feito hoje (22) pela Secretaria da Agricultura (Seagri), através da Bahia Pesca.

Com aproximadamente 60 famílias que sobrevivem da agricultura familiar e com os recursos oriundos do programa Bolsa Família, do governo federal, o povoado de Umbuzeiros está a 15 quilômetros de Feira de Santana, entre as bacias dos rios Jacuípe e Paraguaçu, próximo à BR-116. A chegada dos alevinos vai servir, como bem definiram os produtores rurais da região, como mais uma alternativa de produção de alimentos. “Vai ajudar muito, pois aqui não temos terra para plantar e de onde tirar alimento”, disse a mais velha das irmãs, Marilene Cruz.

Num outro povoado próximo, Santa Luzia, também pertencente ao distrito de João Durval, o produtor rural Aldomiro Pinto da Cunha, 54 anos, não escondia a sua alegria com o peixamento feito em três aguadas da região. “É a primeira vez que isso acontece por aqui”, disse. Com o peixamento feito hoje, a estimativa dos técnicos da Bahia Pesca é que nos próximos seis a oito meses, já se possa fazer a primeira despesca, quando os peixes, já adultos, são capturados para consumo e comercialização.

Os 50 mil alevinos distribuídos em Feira de Santana foram coletados na Estação de Piscicultura de Pedra do Cavalo, no município de Cachoeira e foram distribuídos em 22 aguadas das comunidades de Santa Luzia, Umbuzeiros, Amarela, Mergulho, Brava e Bom Jardim. Conforme explicou a presidente da Associação dos Produtores Rurais do distrito de João Durval, Gildete Dias Santana, 39, outras comunidades da região deverão encaminhar à Bahia Pesca, ainda este ano, novas solicitações de peixamentos.

Mais alevinos – Além dos 50 mil alevinos distribuídos hoje em Feira de Santana, a Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), através da Bahia Pesca, já distribuiu, neste mês, 135 mil alevinos do tipo tilápia para os pequenos produtores rurais dos municípios de Taperoá (40 mil), Ipiaú (5 mil) e Uma (40 mil). Na próxima quarta-feira (28), outros 60 mil alevinos serão distribuídos na zona rural do município de Mata de São João.

Em todo o trabalho, o diretor-presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, destaca o esforço desenvolvido pelo Governo do Estado para atender ás necessidades do homem do campo. E reafirma a observação de critérios técnicos e específicos que antecipam cada distribuição, como a qualidade de água das aguadas, o tipo de alevino para cada região e a capacitação dos produtores, que são orientados por técnicos da Bahia Pesca, no manejo dos peixes e na manutenção das aguadas, desde o peixamento, engorda e posterior despescas.

Fonte = Jornal Feira Hoje

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.