Polícia Ambiental esclarece pescadores quanto à legislação de pesca


A Polícia Militar de Rondônia, por meio do Batalhão de Polícia Ambiental, participou de uma assembléia geral realizada pela Colônia de Pescadores Z-2 de Guajará-Mirim, localizada na avenida Beira Rio, 502, no centro da cidade, a fim de auxiliar no processo de conscientização dos pescadores do município, em relação à legislação federal que rege o setor. A iniciativa foi tomada pela presidente da Associação Gerônima Melo da Costa, após vários pescadores terem sido autuados por falta de esclarecimento quanto às leis que normalizam a atividade.


O sub tenente ambiental Lucindo Martins falou sobre as atividades desenvolvidas pelo Batalhão de Polícia Ambiental, sobre as questões ambientais, pesca e as leis, em linguagem popular e acessível a classe pesqueira.

A Polícia Ambiental, a convite das associações de pescadores, oferece todo o tipo de informação necessária. “Estamos abertos a qualquer convite de pescadores”, ressalta o comandante do Batalhão Ambiental, major Josenildo Jacinto do Nascimento.

A Colônia de Pescadores Z-2 foi fundada em 1982, possui sede própria, fábrica de gelo, mercado de peixe, porto de embarque e desembarque e um quadro social composto por pescadores artesanais, com 400 associados, abrangendo Guajará-Mirim e Nova Mamoré.

Fonte = Rondônia ao vivo

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.