Polícia Ambiental de Mato Grosso do Sul inicia Operação Independência nesta quinta-feira


Através de suas 22 sub-unidades, a Polícia Militar Ambiental (PMA) inicia nesta quinta-feira (6) a Operação Independência. O objetivo é intensificar a fiscalização nos rios e rodovias do Estado. Apesar de continuar o trabalho de combate ao desmatamento irregular, à caça, entre outros crimes ambientais, o foco maior durante o feriado será o combate à pesca irregular.

Além de todas as sub-unidades estarem empenhadas com o efetivo de 380 homens, três equipes itinerantes estarão fiscalizando todos os rios do Estado em embarcações, inclusive nas regiões de difícil acesso, com o apoio de viaturas terrestres e um avião.


O capitão Ednilson Queiroz lembra que “a pesca ilegal é crime ambiental e o infrator está sujeito às penas previstas por lei como multa, apreensão do material e até prisão, dependendo da infração cometida.” Além disso, ele lembra que o objetivo da PMA não é “estragar o feriado de ninguém”, mas sim preservar os recursos naturais de Mato Grosso do Sul.

Licença de pesca
A autorização ambiental é individual, tem validade trimestral ou anual, é obrigatória para pesca embarcada ou desembarcada (em barrancos dos rios) e pode ser adquirida nas agências do Banco do Brasil, ou pelo site da Superintendência de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (http://www.supema.ms.gov.br/lic_pesca.php).

Após a pescaria, o turista deve passar em um posto ou barreira da Polícia Militar Ambiental para preenchimento da guia de controle de pescado, que comprova a origem e permite o transporte do pescado em Mato Grosso do Sul e em outros estados.

A licença e a guia de controle permitem à Polícia Militar Ambiental e aos órgãos governamentais avaliar o controle da pesca e dos recursos naturais em todo o Estado, além de informar sobre o comportamento e os destinos dos turistas”, garante o tenente Darci Caetano dos Santos.

Para receber denúncias, a Polícia Militar Ambiental disponibiliza um telefone de atendimento: 3314-4920. “As denúncias são responsáveis por grande parte das apreensões da PMA. É importante unir as ações de fiscalização nos rios com a colaboração da população através de denúncias de agressão ao meio ambiente” diz o tenente Caetano.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

7 Comentários

  1. Oi,gostaria muito de saber sobre concursos da policia ambiental,estou cursando tecnólogo em gestão ambiental,estou quase terminando o curso,Gostaria de me tornar um defensor ambiental,peço encarecidamente,que me informem quando serão abertas as inscrições para o concurso da policia ambiental,e quais são os requisitos?Desde já muito obrigado!Aguardo resposta.

  2. jair antonio mathias

    gostaria de saber se pode pescar com vara de bambu durante a piracema e qual a quantidade de peixe pode pegar. obrigado

  3. gostaria de saber onde pode pescar no rio bahia proximo ao encontro com o rio paranazão
    com a pesca fechada pode se pescar no rio bahia ??? tucunaré, ou piranha ???

  4. Carlos Henrique Basiquetto

    ola , eu gostaria muito de saber sobre concursos da policia ambiental pois me interesso muito em me tornar um defensor ambiental, peço então por favor que me informem quando sera abertas as inscrições para o concurso de policia ambiental do mato grosso do sul,e quais os requisitos .Fico muito grato desde ja .

  5. preciso fazer um trabalho sobre a importancia da educaçao ambiental na policia Militar Ambiental do Mato Grosso do Sul, e gostaria de receber material sobre o assunto se possível.
    obrigado.

  6. QUERO RECEBER NOTICIAS DE PESCAS E SOBRE LICENÇA DE PESCA

  7. eu quero fazer um negócio pro trabalho de ciências.
    e o assunto é:legislação ambiental de mato grosso do sul pow
    entaum pesquisa ai pra limpar a minha barra manÔ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.