PMA prende os cinco primeiros pescadores durante a Piracema em Mundo Novo

Proibido PescarPoliciais Militares Ambientais de Mundo Novo prenderam no domingo passado Leonardo Jablonski, 64; André Luiz Jablonski, 27; Vicente Jablonski, 57; Odair Moreira da Silva, 45; e Balduíno José Frozi, 78, todos residentes em Mundo Novo.

Eles pescavam embaixo da ponte da BR-163 que liga Mato Grosso do Sul ao Estado do Paraná, local em que pesca está proibida desde domingo e ainda tinham capturado pescado em tamanho inferior ao permitido, o que é crime, mesmo em período de pesca permitida.

Com os pescadores foram apreendidos cinco quilos de pescado, havendo exemplares capturados em tamanho inferior ao permitido pela legislação; oito molinetes e três veículos.

Os pescadores receberam voz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Mundo Novo, onde foram autuados em flagrante pelo crime de pesca predatória e saíram após pagamento de fiança.

Se condenados pelo crime poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada um dos autuados foi multado também em R$ 1 mil.

A PMA alerta que desde o dia 1º de novembro a pesca está proibida no leito do Rio Paraná. Somente nos lagos das usinas está liberada a pesca amadora e profissional para peixes exóticos (tucunaré, curvina, tilápia, bagre africano, entre outros), devendo ser respeitada para o pescador amador a cota de 10 kg de pescado mais um exemplar, bem como os petrechos permitidos.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.