Plano Safra incluirá R$ 1 bilhão em financiamentos para pescadores industriais


Os pescadores industriais terão uma linha especial de crédito no próximo Plano Safra, que será lançado no início de julho. O secretário especial de Pesca e Aqüicultura, Altemir Gregolin, confirmou a liberação dos recursos para os financiamentos após reunir-se hoje (24) com o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Bernard Appy.

Segundo Gregolin, o governo destinará a essa linha de crédito cerca de R$ 1 bilhão do Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro). Ao todo serão beneficiadas até 5 mil grandes embarcações, com limite de R$ 200 mil por operação e juros de 6,75% ao ano.

Até agora, o Moderagro atendia apenas à agricultura. De acordo com Gregolin, o financiamento tem como objetivo atender aos pescadores de maior porte, com embarcações de pelo menos 15 metros de comprimento. “O governo oferece diversos tipos de financiamento, que estão sendo complementados por essa linha de crédito específica para os pescadores industriais”, disse o secretário.

Para os pescadores artesanais, Gregolin confirmou que o Plano Safra destinará R$ 500 milhões em financiamentos, mesmo volume dos últimos anos. Os recursos virão do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e deverão beneficiar 600 mil pescadores e 150 mil aqüicultores (produtores de peixes em cativeiro) com renda de até R$ 36 mil por safra.

Nossa expectativa é que a adesão ao Pronaf siga os padrões dos últimos anos e a linha de crédito seja toda comercializada”, ressaltou o secretário.

O orçamento próprio da Secretaria Especial de Pesca para este ano, informou Gregolin, é de R$ 270 milhões, destinados a investimentos em terminais pesqueiros, unidades de beneficiamento e no apoio à comercialização do pescado. Com os programas operados por outros ministérios e órgãos do governo, no entanto, o secretário estimou que o orçamento total para o setor chegue a R$ 1,5 bilhão neste ano.

Fonte = Agência Brasil

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

um comentário

  1. jose do nascimento barbosa

    e muito boa esa linha de credito para os pescadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.