Pescadores fogem da PMA em Coxim, mas são autuados

Pescadores empreenderam fuga, pelo rio no trecho compreendido entre a cachoeira do Campo à Cachoeira do rio Jaurú, seguindo aproximadamente 50 km de distância.

Policiais Militares Ambientais de Coxim receberam uma ligação anônima informando que duas pessoas conhecidas como “Paulo Gago” e André estariam realizando pesca predatória rio coxim. Foi realizado patrulhamento fluvial no local informado, quando foi avistada uma embarcação com os dois pescadores praticando pesca com utilização de rede.

Ao tentar realizar a abordagem os pescadores empreenderam fuga, pelo rio no trecho compreendido entre a cachoeira do Campo à Cachoeira do rio Jaurú, seguindo aproximadamente 50 km de distância.

Que no decorrer da fuga os ocupantes da embarcação jogaram no rio uma rede de pesca com um galão e vários exemplares de pescado, sendo que a rede foi recolhida pela PMA. Por varias vezes, Paulo, o piloteiro da embarcação, colocou em risco a equipe da fiscalização, fazendo manobras perigosas. No local próximo a Cachoeira do Jaurú, os acusados recolheram a embarcação que utilizavam e esconderam na mata ciliar, sendo que após buscas pelo local os policiais a localizaram, a uma distancia de 30 metros da margem do rio Jaurú. Foram localizados ainda uma bateria e um “sealed bean” escondidos na vegetação.

Os elementos fugiram, porém, como foram identificados e qualificados, foram autuados administrativamente e autuados em R$ 5.000,00 cada um e serão notificados depois da autuação. Eles ainda responderão por crime ambiental, que prevê pena de prisão de 1 a 3 anos.
Quartel em Campo Grande-MS, 10 de novembro de 2010.

Fonte: Portal MS

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.