Pescadores da Região dos Lagos se reúnem com o ministro Crivella

Vamos trabalhar para atender todas as demandas da colônia: aumentar a fiscalização, instalar uma câmara fria e construir um píer para as embarcações


Uma série de compromissos marcou a agenda do ministro Marcelo Crivella, da Pesca e Aquicultura, nesta sexta-feira, à Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. Crivella se reuniu com pescadores das Colônias de Arraial do Cabo (Z-5), São Pedro da Aldeia (Z-6) e Araruama (Z-28).


Em Arraial, o ministro entregou licenças de embarcação, conversou com os pescadores e anunciou medidas do Ministério para o setor.


“Sei da preocupação de vocês com a questão da sardinha, da corvina e do defeso. Nosso trabalho é para melhorar a qualidade de vida e de trabalho dos pescadores artesanais. A política para o artesanal não pode ser menor que a do industrial. Precisamos trabalhar para todos, sobretudo para quem mais precisa”, disse Crivella.


Em seguida o ministro se reuniu com os pescadores de São Pedro da Aldeia. Na Colônia Z-5, os trabalhadores reivindicaram um defeso específico para a Laguna de Araruama, que banha os municípios de Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Araruama.



“A colônia é pequena, mas a causa é grande. Vocês lutam pela Lagoa de Araruama, que é o local de trabalho de tantos pescadores deste município. Precisamos de uma Lei de compensação para o pescador e estamos trabalhando para isso”, destacou o ministro.


Na colônia de Araruama, Crivella recebeu da presidente Nadrijane uma carta aberta com os pleitos do setor e ouviu as reivindicações dos pescadores.


“Vamos trabalhar para atender todas as demandas da colônia: aumentar a fiscalização, instalar uma câmara fria e construir um píer para as embarcações”, anunciou o ministro.


Participaram das agendas o deputado federal Vitor Paulo, o presidente da Federação de Pescadores do Estado do Rio de Janeiro, José Maria Pugas, o superintendente federal da Pesca e Aquicultura no Estado, Antônio Emílio, o presidente da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos, Dr. Jivago Farias, a presidente da Colônia Z-5, Mircilene dos Santos e o presidente da Colônia Z-6, Haroldo Pinheiro.


Fonte: www.mpa.gov.br


MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.