Pescadores da Guanabara cobram transparência em processo contra Petrobras


Os pescadores representados na ação judicial contra a Petrobras por conta de um vazamento na Baía de Guanabara no dia 18 de janeiro de 2000, se reuniram no sábado (21) em São Gonçalo, com o autor da ação, o advogado George Telles, para obterem esclarecimentos sobre quais dos 20.517 pescadores representados na ação teriam direito às indenizações.

Telles informou que o TJ-RJ – Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro condenou a Petrobras em última instância a pagar as indenizações, mas que ela ainda pode entrar com um recurso para levar o processo ao STJ – Supremo Tribunal de Justiça, instância superior ao órgão estadual.


O advogado disse ainda que o valor da indenização pedida no processo chega a cerca de R$1,230 bilhões, o que configura a maior indenização por acidentes ecológicos na História do Brasil.

O ambientalista Sérgio Ricardo, que é testemunha a favor dos pescadores, disse que, nesses sete anos, as atividades pesqueiras na Baía foram duramente afetadas.

Nesse período, o pescador regional empobreceu e a poluição na Baía de Guanabara está intensa. Hoje, a pesca na Baía de Guanabara está impossibilitada e o pescador regional é uma espécie ameaçada de extinção”, informou o ambientalista.

Ele disse ainda que está prevista para esta semana uma visita ao Tribunal de Justiça do Rio para pedir mais transparência no processo judicial e também para que quando a lista com os nomes dos beneficiados com as indenizações estiver pronta, que ela seja divulgada em cada Fórum das cidades onde moram os pescadores.

Sérgio Ricardo listou os municípios mais afetados com o vazamento de 2000: Niterói, São Gonçalo, Guapimirim, Magé, Itaboraí e, no Rio de Janeiro, as regiões do Caju, Ilha do Governador, Marcílio Dias, Ramos e Paquetá. (Agência Brasil)

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

4 Comentários

  1. A   petrobras vai pagar a todo que estão com o nome na lista apresentadas pela algumas associações de pesca da baia de Guanabara, gostaria de ficar informado pelo e-mail se for possível eu também estou participando do processo em andamento .   

  2. deveriam se aproveitar os pescadores parados para se fazer uma paralizaçao da br em protesto pelo processo de 2000 que esta parado  ,alguem esta ganhando para que agente perca, segundo uma professora de meio anbiente agora seria a hora pois os jogos estao se aproximando e ninguem quer ver um pais com poblemas interno, esta paralisaçao chamaria a atençao devido a grande repercuçao dos jornais. os pescadores estao parados e logo as embarcaçoes atuneiras irao sair dos estaleiros para viajar, mais uma vez essa é a hora de se unir em um grande movimento, é nosso dinheiro é nossa vida é nossa baia. um abraço

  3. a petrobras so esta em rolando os pescadores mas tambem esta a cabano mas com a pesca na baia de guanabara colocano varios tubuloes na mesma isso e deixar os pescadores sem ter como sustentar sua familia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.