Pescadores artesanais de Recife serão capacitados na criação do bijupirá

O projeto contará com recursos do Ministério da Pesca e Aquicultura

Os pescadores artesanais das Colônias de Brasília Teimosa, Piedade e Barra de Jangada, todas em Recife, serão capacitados no cultivo do Bijupirá, uma das espécies mais nobres do mercado internacional e que vem despertando interesse de diversos investidores nacionais e estrangeiros. O Ministério da Pesca e Aqüicultura vai disponibilizar R$ 1,7 milhão para o desenvolvimento do projeto que pretende treinar 120 pescadores no manejo e comercialização do peixe.

A capacitação ficará a cargo do Departamento de Pesca e Aquicultura da Universidade Federal Rural de Pernambuco (Depaq/UFRPE) que coordenará as oficinas e aulas práticas que serão dadas aos pescadores. O projeto, também chamado de “Cação de Escama, outra referência ao Bijupirá, conta ainda com apoio do Sebrae, Odebrecht Realizações Imobiliárias e Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Serão instaladas quatro gaiolas em alto-mar com 1.200 metros cúbicos cada uma, com capacidade para produção total de 40 toneladas por ano, o que poderá gerar cerca de R$ 500 mil. Esses equipamentos já estão regulamentados pelo MPA, pelo Ibama e pela Agência Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (CPRH), e agora estão dependendo apenas do aval da Capitania dos Portos de Pernambuco para serem instalados.

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.