Pescadores ajudarão a formar o primeiro banco de materiais embrionários de peixes

Os pescadores participantes são credenciados no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para fazer a coleta

Comunidades de pescadores vão auxiliar a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) a montar um banco ativo de germoplasma (BAG) com espécies de peixes nativas do Brasil. O trabalho de captura dos animais será executado por pescadores na bacia dos rios Tocantins e Araguaia. Os profissionais manterão os animais vivos e em boas condições para serem recolhidos pelos pesquisadores.

“Os pescadores participantes são credenciados no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para fazer a coleta e a Embrapa comunica os órgãos estaduais de fiscalização ambiental [Naturatins e Polícia Ambiental]”, informou o pesquisador Anderson Alves, da Embrapa Pesca e Aquicultura, em Palmas, que participa do projeto.

Será o primeiro banco formado por peixes vivos da Embrapa e servirá a pesquisas e também para preservar os recursos genéticos dessas espécies, o que é importante para subsidiar programas de melhoramento genético, prospecção de genes, repovoar ambientes naturais, melhorar a qualidade dos plantéis públicos e privados, entre outros usos”, apontou o pesquisador Fabricio Rezende da Embrapa Pesca e Aquicultura.

peixeCom o objetivo de preservar os recursos genéticos das espécies de peixes nativos, o BAG manterá três tipos de repositório. Um deles será de peixes vivos de diferentes espécies e localidades. O segundo é uma coleção de DNA de peixes nativos que já conta com cerca de duas mil amostras preservadas e, por fim, haverá um estoque de sêmens criopreservados.

O BAG de peixes nativos de Palmas também fará parte do novo Sistema de Informação de Recursos Genéticos Animais dentro da Plataforma Alelo da Embrapa, cujo objetivo é criar uma rede de gestão da informação de Recursos Genéticos Animal por meio da informatização das atividades relacionadas a este fim”, informou o pesquisador Anderson Alves.

O trabalho de coleta dos peixes é apoiado por um projeto financiado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), no valor de R$ 295 mil. Já a construção e a infraestrutura do banco ativo de germoplasma de Palmas contam com recursos da ordem de R$3 milhões oriundos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Germoplasma

O termo germoplasma designa materiais biológicos como gametas, embriões ou tecidos, que têm a capacidade de gerar indivíduos. Os bancos de germoplasma podem guardar diferentes espécies animais e vegetais e diversos perfis genéticos de cada espécie. O objetivo principal é de conservar os recursos genéticos, podendo evitar, por exemplo, que uma espécie desapareça.

 

Portal Brasil

Veja também

Pesca ilegal em Irapuã

Irapuã – Polícia Ambiental Multa Pescadores em R$ 900 Cada

A Polícia Militar Ambiental de Novo Horizonte multou dois pescadores em R$ 900 cada um ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


quatro + 7 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>