Pesca será discutida em audiência pública amanhã em Rio Grande

A situação atual da pesca artesanal e industrial em Rio Grande será discutida amanhã, 27, em audiência pública a ser realizada pela Câmara Municipal, a partir das 14h. O evento será realizado no plenário do Legislativo rio-grandino e contará com a participação de diversas autoridades, entre as quais o secretário executivo do Ministério da Pesca, Dirceu Lopes. Conforme o vereador Paulo Renato Mattos Gomes (Renatinho – PPS), que propôs a realização da reunião, o debate se deve à decadência do setor nos últimos 10 anos. Ele observa que há aproximadamente 40 anos, e principalmente nos últimos 10 anos, a pesca no Município vem perdendo força, especialmente com o fechamento de empresas de pescados.

Observa que a produção, o que é capturado em Rio Grande, vai para Santa Catarina, pois muitas empresas e armadores saíram do Município e se instalaram no Estado vizinho. “Também não existe uma fiscalização forte na cidade. Não há uma política que busque benefícios para o setor. Temos que atrair essas empresas e armadores“, ressaltou. O vereador ressalta ainda que a Universidade Federal do Rio Grande (Furg) recebeu recursos para pesquisas e ele quer saber onde estão sendo aplicados. Entende que é preciso também discutir a implantação de um laboratório para trabalhar o repovoamento do estuário da Lagoa dos Patos. Ele está procurando envolver todos os órgãos, instituições e entidades da área da pesca na discussão.

Na última semana, Renatinho esteve em Brasília conversando com Dirceu Lopes para tratar do roteiro e dos assuntos que serão discutidos na audiência. Na ocasião, Lopes confirmou sua participação no evento. Na audiência pública, também serão discutidos projetos de apoio ao setor pesqueiro, estoques de pescado, sobre-esforço de pesca, o fechamento de indústrias tradicionais, delimitação de áreas para a pesca industrial, fiscalização, incentivos, possibilidade de subsídios aos pescadores, prolongamento do período do seguro-desemprego e prazos para pagamento de dívidas contraídas.

Além de Dirceu Lopes, já confirmaram presença o prefeito Fábio Branco; o secretário municipal da Pesca, Jandir Martins; o supervisor da Secretaria Municipal da Pesca, Onedir Lilja; a superintendente do Ministério da Pesca na região, Adriane Lobo; o coordenador da Pesca Artesanal do Ministério da Pesca, João Dias; o capitão dos Portos, Carlos Alberto Moreira Gouvêa; representante da Furg, Paulo Opuska; o presidente do Sindicato dos Pescadores de Rio Grande, Carlos Roberto Medeiros, e o presidente da Colônia de Pescadores Z-2 (São José do Norte), Carlos Simões, entre outros. Representantes de empresas do ramo também confirmaram participação.

Fonte = Agora o Jornal do Sul
Carmem Ziebell

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.