Pesca e aqüicultura terão R$ 500 milhões em crédito


O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) vai disponibilizar, ainda este ano, R$ 500 milhões em crédito para pescadores artesanais e aqüicultores familiares.

No ano passado, foram liberados R$ 350 milhões pelo Pronaf Pesca, que é administrado pelo Banco do Brasil, da Amazônia e do Nordeste. O anúncio foi feito no dia 29/06 pelo ministro da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, Altemir Gregolim.


As taxas de juros dos financiamentos – as mesmas utilizadas para a agricultura familiar – também foram reduzidas. Elas vão variar de 0.5% a 5.5% ao ano.

“As linhas de crédito são classificadas de acordo com os diferentes públicos e os valores variam de R$ 3 mil a R$ 28 mil. Com esse aumento dos recursos, espera-se um impulso ainda maior ao desenvolvimento dessa atividade no Brasil”.

Segundo o ministro, os recursos podem ser usados para melhorias nas embarcações, compras de equipamentos, como freezer para a conservação do pescado, redes, anzol e outros apetrechos de pesca.

Ele lembrou que, desde o ano passado, os pescadores não precisam pagar as parcelas do financiamento durante os períodos de defeso, quando a pesca fica proibida. “Os pescadores também não precisam do contrato de compra e venda do pescado para contrair o empréstimo”, acrescentou.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.