Pesca de camarão é liberada em praias do litoral norte

Permissão foi concedida pelo Ibama, mas pescadores precisam ter carteira profissional.

Os 462 pescadores de Tramandaí e Imbé, com inscrição junto ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), podem pescar camarões que tenham mais de nove centímetros de comprimento a partir deste mês. A liberação foi concedida pela Instituição, com a exigência que cada pescador tenha sua carteira profissional e um lacre nas hastes das redes de pesca que indicam a autorização.

A medição dos animais é feita no laboratório do Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marítimos (Ceclimar), que faz uma amostragem e envia o laudo ao Ibama, que libera a pesca. Dos animais analisados, 70% devem apresentar o tamanho ideal para pesca, explica a bióloga do Ceclimar, Ivone da Veiga Fausto.

Este ano os crustáceos beneficiaram-se com a estiagem, pois encontraram condições ideais de temperatura e a água está salgada o suficiente nas lagunas, o local onde se desenvolvem. Até o início do inverno a expectativa de pesca é de 200 toneladas, explica o chefe do escritório da Emater/RS-Ascar, em Tramandaí, Delmar Afonso Dietz.

A Emater/RS-Ascar presta assistência aos pescadores, auxiliando no encaminhamento e elaboração de documentação e tem participação ativa no Fórum da Pesca, espaço de integração, de debate sobre assuntos da categoria e de solicitação de benefícios. A Instituição preocupa-se ainda em possibilitar melhores condições de vida, por isso há a canalização de políticas públicas aos pescadores, e em conscientizá-los para a pesca adequada e a despesca seletiva, por causa dos alevinos que representam a preservação das espécies. Questões sanitárias e de conservação do gelo também são trabalhadas, completa Dietz.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.