Pernambuco ganhará Terminal Pesqueiro Público

Trabalhadores pernambucanos estão ansiosos para receber o Terminal Pesqueiro Público. A proposta de construção do TPP do Recife será apresentada em audiência pública hoje, cinco de maio, na Câmara Municipal do Recife às 16h. O TTP poderá ser implantado a partir de um projeto do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), envolvendo recursos da ordem de R$ 13 milhões.

O secretário de infraestrutura e fomento do MPA, Jose Claudenor Vermohlen estará presente na audiência juntamente com vários atores da sociedade que poderão opinar sobre a construção do TPP de Recife. O secretário apresentará no plenário da Câmara, o relatório final com análise comprovando a viabilidade técnica, econômica e ambiental do empreendimento.

O Terminal Pesqueiro Público de Recife terá uma área de 6500 m² e se propõe ao recebimento de barcos e pescados, armazenamento, beneficiamento, comercialização e abastecimento de combustível. “Ter um TPP no estado irá beneficiar a pesca artesanal, oceânica e a maricultura, mas também irá beneficiar o consumidor final, pois ele irá receber um produto mais fresco e com maior qualidade.”, declara o Superintendente do MPA no estado, José Telino Lacerda Neto.

O projeto básico será atender uma demanda de 25 toneladas/dia de pescado, disponibilizando toda a infraestrutura necessária para o desembarque e beneficiamento de peixe e lagosta, além de um local para desembarque de peixes de grande porte, como o atum. Os usuários também irão se beneficiar com ajuda da Fábrica de Gelo que terá produção de 100 toneladas/dia. O acesso ao gelo é determinante na atividade pesqueira. O fruto do trabalho dos pescadores, o pescado, é um produto extremamente perecível e o gelo é o principal elemento que influencia a sua conservação.

Todo o setor pesqueiro de Pernambuco irá se beneficiar do Terminal Público de Recife, principalmente o litoral com cerca de nove mil pescadores cadastrados, além de empresas de pesca, de beneficiamento e aquicultura marinha.

MPA

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.