Período de defeso apresenta queda de irregularidades em Porto Velho

PORTO VELHO – As irregularidades no período de defeso tiveram redução de 60% este ano, em Porto Velho. De acordo com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), as ocorrências de desobediência às normas foram inferiores aos anos anteriores com encaminhamento de 20 pessoas a delegacia acusadas de crime ambiental.

Os fiscais da Sedam ainda aprenderam 160 tarrafas, 280 malhadeiras, 16 molinetes e 500k de peixe, na capital. A piracema começou dia 15 de novembro e termina no dia 15 deste mês.

De acordo com a presidente da colônia dos pescadores do município, Marina Gomes, de 6.100 pescadores profissionais, a maioria recebeu o seguro defeso. A ajuda financeira impede a pesca e contribui para a multiplicação das espécies de peixe nos rios da Amazônia.

Fonte: Portal Amazonia

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.