Peixe toma mamadeira no sul do Brasil

A carpa, em geral, não é apreciada como alimento. Pode viver 50 anos

Peixe mama? Na natureza, apenas os mamíferos fazem isso. No entanto, uma carpa vem chamando a atenção de quem passa pelo Aguativa Golf Resort, no Paraná. Biju – como é chamada – toma mamadeira. Pode ficar tranquilo; ela não ingere leite, mas ração especial e adequada para a espécie misturada com água.

A fêmea, com cerca de 5 anos, já tinha costume de comer na mão das pessoas. Foi então que surgiu a ideia de alimentá-la com a ajuda do objeto. “Como ela é muito dócil, acostumou”, diz Roberto José Severino, um dos funcionários que cuidam das carpas.

Diariamente, às 10h30, um tratador chama por Biju no lago e bate com a mão na água. Rapidinho, ela aparece para tomar duas ou três mamadeiras. No começo, os outros peixes ficavam com receio de se aproximar. Agora, já tentam tirar a vez de Biju na mamadeira.

A carpa, em geral, não é apreciada como alimento. Pode viver 50 anos. É originária da Ásia; não ocorre naturalmente no Brasil, por isso, é considerada animal exótico. Segundo o professor Naércio Aquino Menezes, do Museu de Zoologia da USP, essa e outras espécies, como a tilapia, podem causar problemas quando soltas em rios brasileiros. Competem por comida com peixes nativos, prejudicando a preservação dos demais.

Do Diário do Grande ABC

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.