O Projeto Peixe-boi

O Projeto Peixe-Boi foi criado em 1980 pelo Governo Federal, numa tentativa de fazer uma avaliação da situação em que se encontrava o peixe-boi marinho no Brasil. Em 1990, o Projeto recebeu o status de Centro Nacional de Conservação e Manejo de Sirênios, uma unidade descentralizada do Ibama – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Desde então, conta com o apoio técnico-administrativo da Fundação Mamíferos Marinhos, uma organização não governamental sem fins lucrativos que capta recursos para investimentos no Projeto Peixe-boi.

Em 1998, o Centro foi promovido a Centro Nacional de Pesquisa, Conservação e Manejo de Mamíferos Aquáticos, sempre atuando em parceria com a Fundação Mamíferos Marinhos na execução do Projeto Peixe-Boi.

Para reverter o processo de extinção do peixe-boi marinho, o Projeto Peixe-Boi, com a unidade móvel “Iguarakue” fez um extenso levantamento na costa brasileira, através de entrevistas direcionadas às populações ribeirinhas, definindo as principais áreas de ocorrência desse mamífero aquático, recomendando a criação de Áreas de Proteção Ambiental e a implementação de Bases Executoras Regionais.

Para cumprir sua função, o Projeto Peixe-Boi resgata, reabilita e reintroduz peixes-bois no seu habitat natural. A reprodução e o nascimento de filhotes em cativeiro também são elementos importantes desta estratégia. Existem exemplos vitoriosos de animais que passaram por este processo, foram reintroduzidos e hoje são monitorados diariamente pela equipe técnica do Projeto através da rádio-telemetria (ver Seu Amigo Peixe-Boi).

O peixe-boi

Roliço, grande, pesado, com jeito de peixe e se alimentando de capim. Afinal, que bicho é esse? É o peixe-boi. Apesar da cara de poucos amigos, ele é um animal bastante dócil que se alimenta apenas de vegetais (é um herbívoro). Habita os rios, estuários e o mar nas regiões inter tropicais. No Brasil, existem duas espécies: o peixe-boi marinho e o peixe-boi amazônico. Sobretudo por causa da caça indiscriminada, o peixe-boi marinho é hoje o mamífero aquático mais ameaçado de extinção no Brasil.

Fonte = Projeto Peixe-boi

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

um comentário

  1. cleiciane carneiro serrao

    sou estudante de ciencias biologicas e estou pesquisando sobre telemetria em animais aquaticos e o peixe-boi me chamou atenção por isso gostaria de mais informações se possivel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.